Faça vídeos na vertical e bombe nas suas redes sociais

Gravar vídeos na vertical é uma tendência e promete ter mais alcance em redes como Facebook, Instagram e YouTube. Veja os motivos!

05/10/2018 às 14:00

Você já parou para se perguntar se é errado gravar vídeos na vertical? A resposta é: não mais. A verdade é que há uns anos essa prática não era vista com bons olhos pela dificuldade de editar e também pela pouca ocupação da área da tela.

Com a chegada de apps como o SnapChat e também com os Stories, do Instagram, essa máxima caiu por terra. Aliás, o fato de as imagens serem captadas pelos celular também influenciou – e muito – essa virada de opinião.

Vídeos na vertical são tendência.

Vídeos na vertical são tendência e têm mais alcance nas redes sociais.

Hoje, os vídeos assim são considerados tendência. Para se ter uma ideia, recentemente o YouTube anunciou que adaptou a sua versão para desktop de acordo com o conteúdo feito a partir  dessa orientação.

Antes, o fundo da tela ficava preto (veja no exemplo abaixo). Hoje, os tons do vídeo são replicados para não impactar muito o visual. Aliás, isso também foi modificado no mobile (tanto em iOS quanto Android).

Vídeos na vertical são tendência.

Como funcionava antes o vídeo vertical no desktop.

Antes da mudança, veja como ficava a disposição do vídeo em aparelhos de celular:

Vídeos na vertical são tendência.

A experiência do usuário era totalmente comprometida – a área de visualização do vídeo era muito pequena.

Agora ficou sem as bordas pretas usadas na versão anterior (tanto para desktop quanto para mobile). Assim, quando o usuário for assistir no celular, ao dar o play o vídeo já aparece normalmente, sem o fundo.

Vídeos na vertical são tendência.

YouTube removeu as bordas pretas usadas nos vídeos feitos na vertical.

Inclusive, um concorrente do YouTube, a IGTV chamou atenção nos últimos meses por ser uma plataforma exclusiva de vídeos na vertical. A novidade fez muitas personalidades e marcas começarem a produzir esse tipo de conteúdo. Aliás, aproveite para ler uma reportagem que traz todas as informações sobre a a TV do Instagram: como encontrar perfis e seguidores.

Uso do celular

No Brasil, quase metade dos acessos à internet acontece pelo celular. A informação é da pesquisa CGI.br (Comitê Gestor da Internet no Brasil), que vem sendo realizada desde 2005. Aliás, essa foi a primeira vez que o mobile ultrapassou o uso da web em dispositivos como notebook e computadores. Do total de consultados, 49% preferem os smartphones para navegar (4% usam o computador e 47% as duas opções).

Vídeos na vertical são tendência.

Gravar com o celular é tendência, por ser mais fácil de manusear o aparelho.

Por isso, fazer os vídeos na vertical virou tendência. Afinal, muita gente considera ser mais fácil segurar o aparelho na hora de gravar. Inclusive, recentemente o Facebook divulgou uma lista com aspectos essenciais para aumentar o alcance desse tipo de conteúdo na rede. E apostar na orientação vertical é um dos quesitos.

Segundo a equipe de Zuckerberg, isso se deve a dois fatores: o primeiro é a necessidade de otimização dos vídeos para dispositivos móveis. Ou seja, a ideia é sempre melhorar a experiência do usuário, uma vez que ele já prefere o mobile. O segundo é o aumento do campo de visão, o que também garante conforto e uma produção mais próxima da realidade.

Tais dicas também valem para outras redes sociais, como Instagram, SnapChat e agora o YouTube. Por isso, gravar na vertical pode garantir um alcance maior para a sua produção. Depois, se a ideia for monetizá-los, leia aqui uma reportagem que te ensina a ganhar dinheiro no YouTube.

Apps para vídeos na vertical

Como não poderia ser diferente, a tecnologia acompanhou a tendência. Não é à toa que diferentes aplicativos exclusivos para a edição de vídeo na vertical foram lançados nos últimos meses. Um deles, o Filmr, é uma plataforma criada por brasileiros.

Ao fazer o download, o usuário pode editar, colocar efeitos e até trilhas sonoras. A ferramenta está disponível para iOS e Android. Veja um vídeo de como funciona:

Outra opção de app é o InShot. Aliás, seu diferencial está na adaptação do conteúdo especialmente para o IGTV, no formato original (9:16). Com a plataforma, é possível adicionar trilhas, filtros e diferentes efeitos. Disponível para iOS e Android.

O app Soda capta e edita vídeos, o que torna o processo mais ágil. Inclusive, o usuário também consegue colocar filtros, inserir legendas e até mesmo desenhar diretamente na tela. A plataforma está disponível para Android e iOS e já exporta o material no formato certinho do IGTV.

Em todos os casos, ter uma internet de qualidade é essencial para fazer um upload mais rápido dos vídeos pelo celular. Conheça os planos da Vivo!

Pois é, gravar na vertical está em alta e te dará mais alcance nas redes sociais. Então, incremente ainda mais as suas produções, leia uma matéria na qual mostramos como fazer vídeos diferentes, com recursos pra lá de chamativos, como timelapses e stop motion. E continue no Vivo Tech para ter acesso a mais conteúdos assim.

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email