Mais segurança: Uber libera botão de pânico para casos de emergência

A novidade tem como objetivo garantir mais segurança aos usuários do app.

08/08/2018 às 17:00

Com o aumento nos casos de assédio e má conduta envolvendo motoristas de aplicativos de transporte, cada vez mais passageiras procuram serviços exclusivos para mulheres. Diante desses problemas e até mesmo de assaltos, um dos grandes desafios desse tipo de app tem sido tornar a experiência dos usuários mais segura. Pensando nisso, o Uber  decidiu mudar.

Em sua última atualização, o app habilitou o botão de pânico. Ele funciona como um atalho para que a pessoa ao viver uma situação de emergência consiga ligar para a polícia. Pelo mesmo botão  também é possível compartilhar sua localização com algum contato que seja de sua confiança. E o melhor é que tudo isso é feito em tempo real!

Mudanças de segurança do Uber.

Uber: segurança em primeiro lugar

Recursos de segurança do Uber.

O recurso pode ser acionado através do ícone de um escudo que fica visível no mapa da viagem.

A ferramenta, disponível tanto para o sistema Android quanto para iOS, permite que o usuário ligue diretamente para o 190 com um simples toque no celular. E para facilitar a comunicação com a polícia, na tela ficam disponíveis algumas informações sobre o motorista, como por exemplo, o nome, a placa, tipo de carro e a localização.

Além disso, a empresa também colocou o atalho para que a pessoa consiga entrar em contato com a central da Uber e compartilhar sua localização ao vivo.

Outra novidade é que, a partir de agora, o app permite que o usuário cadastre até cinco contatos de segurança. Eles vão receber a localização do veículo e saber a rota realizada durante a corrida. No entanto, é importante alertar que essa opção de compartilhamento precisa ser ativada manualmente.

O principal objetivo da Uber é, a partir do botão de pânico,  facilitar o pedido de socorro em momentos críticos. Portanto, o usuário consegue pedir ajuda sem precisar mexer demais no smartphone.

Não é à toa que o pedido da liberação dessa ferramenta estava entre as principais solicitações de motoristas e passageiros que do aplicativo de transporte. Uma vez que, na maioria das vezes, os usuários e condutores não sabiam como agir em situações de tensão e medo.

Apesar disso, para evitar que ligações acidentais sejam feitas para as autoridades, o app perguntará ao usuário se ele tem certeza que quer chamar a polícia.

Outros recursos

Mudanças de segurança Uber.

Uma das novidades é a central de segurança da Uber.

A nova medida para aumentar a segurança de todos os envolvidos em uma corrida está disponível no Brasil, Canadá, Estados Unidos e México. Por enquanto, não há previsão para que outros recursos de segurança sejam disponibilizados por aqui.

Em algumas cidades americanas, por exemplo, o passageiro pode compartilhar informações, como localização e dados do veículo, com as autoridades sem necessariamente falar com a polícia. O que é ótimo para quem tem medo de pegar o celular para pedir algum tipo de ajuda.

Outra novidade desta última atualização do app  é a central de segurança. Lá é possível conferir diversas dicas de como se proteger em uma viagem. Além de acessar o Código de Conduta da Uber. Nele é possível verificar antecedentes criminais de motoristas e todas as informações sobre o atendimento ao usuário.

De acordo com informações da companhia, aos poucos os usuários brasileiros do app começarão a ver os recursos na tela. O objetivo da empresa é, em breve, liberar as demais ferramentas de segurança que já existem no aplicativo para os usuários do Brasil inteiro.

Antecedentes criminais dos motoristas

Entre suas tentativas de amenizar – e tentar resolver – os problemas, a Uber decidiu mudar a forma com que monitora seus motoristas. Para isso, implantou um novo sistema para verificar, com mais frequência, os antecedentes criminais dos que integram sua rede. Antes, esse processo era realizado somente quando o condutor se inscrevia no serviço.

Por enquanto, os testes estão sendo feitos apenas nos Estados Unidos. Em poucos dias, a companhia suspendeu cerca de 25 condutores. Essa checagem é feita por terceirizadas, como a Checkr e a Appris. E os dados são coletados em tempo real. Desta forma, o aplicativo de transporte é notificado imediatamente se o condutor tiver sido acusado recentemente de um crime. Não há previsão de quando esse processo seja expandido para outros países.

Medidas de segurança Uber.

Nos últimos tempos, a Uber enfrentou muitos problemas por conta do mau comportamento de seus motoristas.

Ônibus também têm botão de pânico

E não são apenas os apps de transporte que estão preocupados com seus usuários. Recentemente, foi anunciado um novo recurso que promete mudar a vida dos usuários de transporte público da Grande São Paulo. O botão de pânico do aplicativo CittaMobi. A partir dele, os passageiros conseguem acionar o Centro de Controle Operacional (CCO) e denunciar atitudes suspeitas dentro dos ônibus.

Para ter acesso a novidade, é necessário informar alguns dados pessoais, tais como o número do RG e do CEP, por exemplo. Depois, pronto! O cidadão já pode interagir online e informar até mesmo um assalto que está acontecendo na linha. A novidade deve ficar disponível no app em 60 dias.

Medidas de Segurança Uber.

A expectativa é de que a novidade esteja disponível no aplicativo em até 60 dias.

Já pensou em encontrar uma maneira de se deslocar pelas grandes cidades sem prejudicar o meio ambiente? Conheça algumas opções que, certamente, vão tornar a sua rotina muito mais saudável.

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email