Uber Bike deve chegar ao Brasil em 2019

A Uber tem uma novidade para o Brasil: a Uber Bike. A empresa comprou a startup Jump e promete ser uma alternativa ao caótico trânsito brasileiro.

19/12/2018 às 17:00

A Uber mudou comportamentos pelo mundo. No entanto, o app de transporte quer ir além. Afinal, focar apenas em carros causa mais congestionamento nas ruas das grandes cidade, além de contribuir com a poluição. Então, o que fazer para não perder o mercado e ainda oferecer um ótimo serviço? Foi a partir dessa reflexão que surgiu a ideia da Uber Bike que deve chegar ao Brasil no próximo ano.

O aplicativo é focado em bicicletas elétricas compartilhadas. E a ideia surgiu após a Uber comprar a empresa Jump em maio de 2018. A Jump já opera em 10 cidades americanas, anunciou expansão para a Europa e planeja grande atuação pela América Latina. Começando por São Paulo. Nesse sentido, elas devem chegar aos poucos ao país a partir de 2019 e  contribuir com a mobilidade urbana no Brasil.

Uber Bike deve chegar ao Brasil em 2019.

Não é só uma bike, é um meio de transporte elétrico que veio para desafogar o trânsito.

Como funciona a Uber Bike?

Em primeiro lugar, você não precisará baixar outro app para usar a Uber Bike. A nova modalidade funcionará dentro do aplicativo da Uber. Desta forma, quando as bikes estiverem disponíveis no Brasil, ao abrir o app, você poderá escolher se quer “viajar” ou “pedalar”.

Ao escolher ir de bike, aparecerão na tela uma variedade de bicicletas disponíveis na sua área. Você então terá de escolher a bicicleta, ir até  o local onde ela está e digitar um PIN que aparecerá no app. Por fim, é só retirar a bike e sair pedalando. Ou seja, bem parecido com o funcionamento da Yellow.

Uber Bike deve chegar ao Brasil em 2019.

Estruturalmente o veículo é bem pesado e tem um sistema elétrico. Tem tudo para fazer a diferença em cidades como São Paulo, com muitos morros. O uso da bike se parece muito como subir em uma escada rolante. É preciso fazer um esforço mínimo inicial, mas logo a bicicleta se autoimpulsiona e segue andando.

Conforme a mudança de terrenos, outras marchas podem ser acionadas. Todo uso é simplificado, exceto na hora de guardar. Um gancho se prende a um poste ou outro elemento da rua ao fim da viagem. Porém, como a bike é pesada, fica difícil para um amador conseguir de primeira.

Uber Bike deve chegar ao Brasil em 2019.

Design leve, cor vibrante e fácil manuseio: as bikes da Jump estão nas ruas de três países.

Em contraste com as bikes do Itaú, as da Uber Bike podem ser devolvidas em qualquer lugar. Em suma, não precisa ser em um ponto  ou estação específica. Diariamente a empresa passa pelos lugares onde estão, recolhe e as recarrega. O pagamento acontece pelo cartão de crédito cadastrado no app original. Ainda não há valores fixados para o Brasil.

Atuação no Brasil

Depois que várias notícias deram conta da destruição e roubo das bicicletas da Yellow no Brasil, a preocupação com a possibilidade de isso acontecer com a Uber Bike aumentou. Por isso, a empresa já alertou que a maioria dos componentes são inúteis se retirados.

Outra preocupação é com a futura concorrência nos serviços. Contudo, seu grande diferencial é ser elétrica, diferente dos três serviços de bikes disponíveis hoje em São Paulo (Itaú, Bradesco e Yellow) e em outras grandes cidades do país (Itaú). Nesta reportagem nós mostramos a atuação de cada uma delas.

O Brasil será o terceiro no mundo a ter operações da Uber Bike. Hoje a startup atua nos Estados Unidos e em Berlim, na Alemanha.

O futuro do transporte

Este não é o único passo da Uber rumo à atualização dos meios de transporte no mundo. A empresa vê seu futuro não apenas disponibilizando carros, já que sozinhos não atenderão a demanda de transporte urbano. Em declarações recentes, executivos da empresa sugeriram que a solução é ter uma rede de transportes abrangente, com bicicletas, ônibus e até carros voadores, o Uber Air.

Uber Bike deve chegar ao Brasil em 2019.

Uber Air é um dos planos da Uber para tirar os carros das ruas e levar pros ares.

Recentemente, a Uber também manifestou interesse em adquirir uma das duas maiores startups de patinetes elétricos, a Bird e Lime. O aplicativo também deseja realizar uma integração com os ônibus de Londres, segundo informou o Financial Times.

A intenção seria permitir ao usuário traçar a rota com transporte público no próprio aplicativo, com informações atualizadas de onde estão os ônibus. Todas essas iniciativas mostram como a empresa está em dia com os problemas urbanos e em busca de soluções adequadas.

Uber Bike deve chegar ao Brasil em 2019.

Uber Bike quer ser uma alternativa ao trânsito caótico das cidades.

O mundo inteiro se volta para essa preocupação constante e iniciativas como a de bikes elétricas tomam conta. Como mostramos a você aqui, nesta matéria sobre as bicicletas elétricas.

Como transporte, lazer ou para fiscalizar o trânsito, você vai ver como a bicicleta elétrica está cada vez mais sendo usada. E se ficou motivado, pode escolher entre bike, monociclo ou patinete elétrico para fazer sua parte em favor de um mundo mais organizado e menos poluído.

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email