Fique por dentro: as tendências de mercado de trabalho para 2019

Trazemos os principais movimentos econômicos e socioculturais que irão impactar como compramos e nos comunicamos em 2019.

07/08/2018 às 17:00

O nosso mundo muda muito rápido – e de maneira contínua. Dessa forma, as previsões de tendências são fundamentais para dar um norte de como a sociedade se comportará no futuro. Saber dessas tendências de mercado nos coloca à frente no mundo dos negócios. Nos ajuda a antecipar investimentos e torna claro qual rumo seguir e qual abandonar.

Durante a edição anual do Whow! Festival da Inovação, a WGSN, empresa londrina referência em tendências na indústria criativa, apresentou quais são as tendências para 2019. De acordo com o relatório apresentado pela companhia, o conhecimento, a tecnologia e o design são os alicerces do futuro. E, dentro desses pilares, quatro macrotendências se destacam para o próximo ano.

Uma macrotendência tende a durar pelo menos cinco anos e abrange uma grande variedade de indústrias e segmentos. A seguir, trazemos quais são os tópicos enaltecidos pela WSGN e os principais pontos de cada um deles.

The thinker: a nova economia do conhecimento

As tendências de mercado para 2019.

Já não se vive para trabalhar. Se trabalha para viver!

O modo como olhamos para o conhecimento mudou nos últimos anos. Hoje, encaramos o aprendizado de forma muito mais valiosa. Ou seja, a produtividade é o principal objetivo, em detrimento do tempo gasto para obtê-la.

Em outras palavras, uma das macrotendências é assimilar que a produtividade é mais importante do que o tempo gasto trabalhando. Você pode passar o dia todo fazendo um trabalho, assim como pode passar apenas algumas horas e conclui-lo de maneira satisfatória.

Por certo, se debruçar por um dia inteiro em uma tarefa apenas porque é o costume já não é mais aceitável. Olhamos agora a produtividade como o tempo trabalhado. Desta forma valorizando o quanto estamos nos dedicando a cada atividade.

As tendências de mercado de 2019.

O ambiente de trabalho também passa por uma ressignificação. Deixa de ser algo pragmático e previsível. Portanto, abre espaço para o home office, os espaços de coworking e a mobilidade de se poder trabalhar onde estiver. Isso também é aprimorar a sua produtividade. Até porque que tira o trabalho do escritório e o coloca de maneira diferenciada em sua vida.

Essa tendência vale tanto para trabalho quanto para estudo, e nos faz repensar a velha lógica de ensino.

Temos muito a fazer e não podemos perder tempo. Produzir mais, de maneiras mais assertiva, e assim ter mais tempo para outras tarefas. Esse é o lema que prega o The Thinker: repense seu trabalho, o torne mais produtivo e trabalhe melhor.

HumaNature: Volta a intuição

As tendências de mercado de 2019.

Cultivaremos a natureza e louvaremos nossos instintos.

Outra tendência para 2019 é a volta da conexão das pessoas com a natureza. Com o intuito de viver bem e trabalhar melhor. Nessa conexão com o natural, voltamos a olhar mais para nós mesmos e valorizar nossos instintos e intuições.

Nem todo conhecimento do mundo é capaz de sobrepor o que sentimos diante de um novo desafio. Principalmente quando estamos prestes a decidir algo crucial em nosso negócio. Estudo apresentado pela WSGN revelou que 80% dos executivos entrevistados afirmaram que não tomariam ou repensariam uma decisão, se não fosse o que eles achassem certo.

As tendências de mercado de 2019.

Seguir a intuição e levar em consideração os seus sentimentos parecia algo esquecido nas décadas passadas. Hoje, voltamos a levar esses fatores em consideração como parte de um processo mundial. Onde o ser humano se atenta ao que consome, para como se alimenta e como vive. Sempre na busca da qualidade de vida e, com isso, tem a si mesmo como a chave para seu crescimento pessoal.

Nesse sentido, os padrões de beleza também são repensados e o individuo passa a ter seu valor por conta das particularidades que os tornam único. Portanto, ser apenas parte da massa já não é mais tão importante.

Ser quem se é, se aceitar como uma pessoa cheia de características únicas, assumir sua vulnerabilidade e abraçar seus instintos, vivendo uma vida conectada com a natureza e o mundo. Essa é a ideia do HumaNature.

Dark Wonder: a tecnologia fantástica e como isso vai nos impactar

As tendências do mercado em 2019.

Expandir os sentidos através da tecnologia é uma tendência.

Vivemos hoje um “maravilhoso mundo tecnológico”, onde a modernidade é a palavra da vez. Por meio de ferramentas de imersão (high-tech ou simples), a tecnologia vem promovendo experiencias espetaculares, às vezes prazerosas, às vezes incômodas.

Os jogos e a indústria do entretenimento, em geral, aprofundam a vivência de realidade aumentada. E tornam cada vez mais comum viver o virtual como real. Isso nos leva às imersões sinestésicas, onde soluções de design que estimulam nossos cinco sentidos serão o destaque em novos produtos, espaços e instalações. O que alavancará a economia da experiência.

Para 2019, e para o futuro próximo que viveremos, tudo se torna tátil e sensorial.

As tendências de mercado de 2019.

O conceito de “Dark Wonder” nos traz essa macrotendência, onde aprenderemos a absorver esse novo momento da tecnologia, participando de experiências imersivas a partir de ferramentas como a realidade aumentada e os wearables.

A condição humana vai ser ultrapassada para um nível hiper-humano. É uma crença do WSGN que o poder dos dados e da inteligência artificial vai transformar, para melhor, a nossa vida. Com um sentimento ao mesmo tempo de fascínio e de medo pelo impacto causado pela realidade virtual e pela realidade aumentada.

Estimular os sentidos, romper as barreiras da realidade e usar a tecnologia como modo de expandir a experiência de se estar vivo. O Dark Wonder aposta nessa premissa.

Multilocalidade (worldhood): novas noções de cultura

As tendências de mercado de 2019.

Somos cidadãos do mundo. E temos nossa própria linguagem universal.

Emoji foi considerada a palavra do ano pelo dicionário Oxford.  Nossa comunicação hoje se dá principalmente por esses símbolos. E nossas fronteiras se expandiram, trocamos o local pelo global. Essa é uma tendência no mundo todo. É a Multilocalidade.

A internet unifica linguagem e lugares, mudando o nosso conceito de idioma e de lar. A conexão global conecta as pessoas globalmente através de uma nova noção de cultura urbana e novas linguagens.

Para 2019, se prevê um aumento de multilocalidade: pessoas que se identificam por uma mistura de lugares, experiências e culturas. A nacionalidade fica em segundo plano, a cultura se torna um agente unificador mais poderoso.

As tendências de mercado de 2019.

Haverá também um avanço da desocientalização cultural. Já não vivemos focado em apenas uma cultura, já que a internet nos dá acesso a todas.

A “worldhood” é uma macrotendência para 2019 e prega que veremos cada vez mais o mundo todo com uma única aldeia. Nosso idioma são os símbolos, os emojis. Já não temos mais um mercado geográfico dominante, o mundo é amplo e absorvemos cultura e produtos de todos os cantos do planeta. O desafio? Romper o status quo e buscar oportunidades em economias emergentes, em mercados não óbvios. Tudo isso, falando a língua que todos estão falando.

Gostou desse conteúdo? As tendências estão ao nosso redor, basta que a gente observe e descubra a melhor maneira de se inserir no que dita a ordem mundial. Para mais conteúdos como esse, fique de olho em nosso blog! Não deixe de conferir também nossa matéria sobre fóruns de tecnologia na internet.

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email