Tecnologia de localização brasileira supera a do Google

Certificada pela Microsoft, plataforma garante excelentes resultados de mídia digital por ser a mais precisa do mercado.

21/02/2018 às 16:28

Imagine que você seja um anunciante digital e precisa atingir um público muito, mas muito específico. Quer dizer, além de idade, gênero, profissão, classe social e comportamento, precisa entender a localização exata do usuário, mesmo que ele encontre-se dentro de um prédio. Impossível? Não para a In Loco Media, uma impressionante tecnologia brasileira que agrega, processa e determina onde a pessoa está, com precisão de três metros.

Para compreender melhor qual o diferencial dessa tecnologia, basta compará-la ao sistema utilizado pela Google que alimenta serviços como Google Maps, Waze e Google Meu Negócio. Enquanto o tradicional GPS capta a localização outdoor das pessoas, às vezes sem muita precisão, a tecnologia da In Loco Media consegue identificar a localização indoor e com uma precisão 30 vezes maior.

E os benefícios não param por aí: a tecnologia consome apenas 1/3.000 vezes menos bateria que um GPS tradicional. Isso permite que o algoritmo fique rodando sem parar. Ou seja, ao longo de um dia, consome apenas 0,5% de uma carga de bateria.

Mas como funciona?

Para garantir resultados precisos, a In Loco recorre ao Wi-Fi e outros sensores presentes em smartphones.  Por exemplo, o acelerômetro e o magnetômetro, “tecnologias” que a maioria das pessoas sequer sabe que existe.

Acelerômetro

Quase todos os smartphones possuem um acelerômetro em sua configuração externa. Sim, um acelerômetro, instrumento criado para medir a aceleração própria de um sistema (ou objeto). Inclusive, é por conta dessa “tecnologia” que o seu smartphone gira a tela conforme o seu movimento.

Ficou com dúvidas? Assista ao vídeo em inglês:

Magnetômetro

Como o nome sugere, o magnetômetro, também conhecido como sensor de campo magnético, é um instrumento usado para medir a intensidade, direção e sentido dos campos magnéticos próximos ao smartphone.

E como surgiu?

Essa precisa tecnologia de localização começou a ser desenvolvida em 2011. A ideia surgiu a partir de projeto criado por alunos do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco. Em 2012, a proposta foi incubada. No ano seguinte, vieram as primeiras contratações e os anúncios geolocalizados começaram a ser desenvolvidos.

Em 2014, nasceu a solução para publicidade, a In Loco Media, na cidade de Recife. No mesmo ano, foi consolidada como o maior inventário mobile do Brasil: 35 milhões de usuários e 2 bilhões de requisições de anúncios. Inclusive, a In Loco recebeu o selo da Microsoft como tecnologia de geolocalização mais precisa do mercado.

No Cannes Lions Innovation de 2015, entre mais de cem candidaturas, a empresa foi eleita uma das dez startups mais promissoras do mercado publicitário mundial. E, em parceria com a agência Ginga, conquistou ouro no MMA The Smarties Awards, nas categorias Location Based e Lead Generation. Em 2016, a In Loco já somava mais de 600 aplicativos parceiros e uma audiência de 50 milhões de usuários no Brasil. Um resultado de 5 bilhões de impressões mensais.

A nº1 em tecnologia de localização

Os números da In Loco são extremamente significativos. Não à toa, a plataforma também garante prêmios aos anunciantes que apostam na tecnologia de localização número um do mundo.

A Pizza Hut, por exemplo, ganhou o troféu Mobile Booster do The Smarties Latam 2017, na categoria Location Based. A Globo Play, em parceria com a Clear Channel, levou o prêmio Media Post Digital OOH Awards 2017, na categoria Integration With Mobile. Já a marca Neve garantiu o  primeiro lugar do Tela Viva Móvel 2016, na categoria Mobile Marketing.

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email