Facebook invadido: saiba como garantir a segurança nas redes sociais

“Sequestros” de perfis nas redes sociais estão cada vez mais comuns. Sabia o que fazer para evitar que sua conta seja invadida.

23/07/2018 às 17:00

Quem poderia imaginar que os perfis nas redes sociais se tornariam uns dos nossos bens mais valiosos, sendo até mesmo alvo de sequestro de hackers? Pois é, mas infelizmente isso é um risco real para todos nós, sobretudo para aqueles cujo uso das redes sociais tem grande peso na vida profissional. Consequentemente, precisamos pensar em como garantir a segurança nesse ambiente.

Recentemente, o advogado Fellipe Escudero teve sua conta no YouTube invadida por hackers. Dono do canal de moda Hyped Content Brasil, com 66 mil inscritos e 6 milhões de visualizações, o rapaz se viu do dia para a noite sem poder acessar seu canal e vivendo sob ameaça. Acionou a plataforma de vídeos para resolver, e em duas semanas o YouTube analisou e solucionou o caso. Como resultado, o criador perdeu seguidores e novos contratos.

Transtorno similar aconteceu com a famosa ativista da causa animal Luisa Mell. Em meados de novembro do ano passado, um hacker tomou de assalto sua conta no Instagram. O pedido de resgate chegava a US$ 4.200 em bitcoins. Luisa precisou do auxílio de um especialista de tecnologia, que em dois dias retomou a conta, detectando que o problema se deu pela invasão do e-mail da webcelebridade. Então, como garantir a segurança nas redes sociais?

O que fazer?

Em ambos os casos, alguns cuidados poderiam ter sido tomados para que os ataques não acontecessem. O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) calcula que, a cada dez casos apurados de delitos virtuais, pelo menos metade deles envolvem a invasão de e-mails e contas de redes sociais, principalmente as que geram renda para seus donos. Portanto, é possível tomar alguns cuidados para ter segurança nas redes sociais.

Segurança nas redes sociais.

Os ataques de hackers estão se tornando corriqueiros. Você está protegido?

As últimas mudanças nas configurações de privacidade das redes sociais ajudaram a aumentar a segurança, mas ainda não resolvem o problema. Nesses casos, é sempre melhor prevenir do que remediar. Com a simples adoção de algumas práticas rápidas em seu cotidiano é possível dificultar as tentativas de acesso não autorizado ao seu computador, smartphone e redes sociais.

Listamos a seguir algumas dicas para que você possa se manter mais seguro em relação aos seus perfis nas mídias digitais. Vamos lá?

Dicas para aumentar a segurança nas redes sociais

Com alguns cuidados rápidos, seus perfis ficam mais protegidos!

Aprenda a fugir da engenharia social

Foi-se o tempo em que apenas com vírus os criminosos podiam invadir o seu sistema. Hoje eles usam o seu consentimento para agir. E o conseguem através da chamada “engenharia social”: o ato de manipular alguém se aproveitando de sua ingenuidade.

Para escapar disso, fique atento e pense duas vezes antes de clicar em links suspeitos ou digitar informações confidenciais. Correspondências eletrônicas enviadas por bancos, solicitando senhas ou outros dados só seus também devem ser vistas com desconfiança. Ou seja, essa é a primeira dica para ter segurança nas redes sociais.

Bloqueie seu celular do jeito certo

Algumas pessoas nem se dão ao trabalho de usar um sistema de bloqueio no celular, por mais simples que seja. Esse é um erro comum e perigoso.

Na hora de bloquear seu celular, a opção mais segura é usar uma senha alfanumérica, ou seja, que combine números e letras. Ainda que recomendado, o PIN de quatro números é bastante simplório e acaba não sendo suficiente.

Também é importante saber que o desbloqueio por gestos (desenho de um padrão de linhas na tela) não é totalmente seguro, já que deixa marcas no display do aparelho que podem ser usadas pelo hacker para “adivinhar” o movimento certo para destrancá-lo.

Por fim, o bloqueio por identificação facial também deixa a desejar, por não ser uma tecnologia das mais precisas. Assim, o mais recomendado mesmo é o bloqueio por senhas mais complexas.

Em trocas de e-mails importantes, aposte na criptografia

Se uma correspondência eletrônica não é criptografada, ela pode facilmente ser interceptada e lida. Por este motivo, é primordial que você criptografe suas informações sigilosas ou arquivos importantes como tática de proteção. Um modo simplificado de usar o método de criptografia é adotar algum serviço automático, como o ProtonMail.

Aproveitando uma rede WiFi pública? Use VPN

Já falamos por aqui sobre como usar redes WiFi públicas com mais segurança, mas sempre vale reforçar a dica. Redes abertas são extremamente suscetíveis a ataques cibernéticos, por isso se proteger nunca é demais.

Se você precisar utilizar o serviço, ative antes uma solução de VPN para acessar a internet de forma anônima. Isso coíbe criminosos de interceptar e roubar suas informações. Soluções de VPN geralmente são pagas, mas alguns programas, como o Hola, oferecem versões gratuitas que atendem bem. O app está disponível para Android e iOS.

Não tenha preguiça da autenticação de dois fatores

A autenticação de dois fatores demanda alguns segundos a mais do seu tempo, sendo um processo de autenticação que utiliza um segundo passo além da tradicional senha. Por isso, ela costuma ser deixada de lado pelos usuários, apesar do seu alto grau de segurança.

No entanto, a autenticação de dois fatores não pode ser negligenciada. Se trata de um jeito simples de dar uma segurança a mais ao seu smartphone. Boa parte das redes sociais, serviços de armazenamento na nuvem e provedores de e-mail possuem suporte para essa proteção, basta acioná-la e começar a usar, gratuitamente.

Providencie um e-mail de recuperação

Crie e mantenha sempre atualizados seu e-mail e telefone de recuperação de senha. Na maioria das vezes, esses são os únicos contatos que as empresas têm para falar com você em caso de perda ou alteração.

Com todas essas dicas, seus perfis nas redes ficarão muito mais seguros. Que tal começar agora mesmo? Não deixe de conferir também como proteger seus dados no WhatsApp e como baixar uma cópia dos seus dados no Facebook. Afinal, segurança nunca é demais!

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email