Além do smartphone: reconhecimento facial está sendo utilizado em nove aeroportos dos EUA

Além de funções simples do dia a dia, o reconhecimento facial possui diversas outras utilidades. Estados Unidos já descobriu uma delas.

02/01/2018 às 14:48

As tecnologias de reconhecimento facial parecem futuristas. Mas, na verdade, estão mais presentes na nossa rotina do que imaginamos. Não é difícil encontrar smartphones com funcionalidades que identificam detalhes do rosto de uma pessoa para desbloquear a tela. Como é o caso do iPhone X e iPhone 8. Até o Facebook entrou na onda.

Só que além de funções simples do dia a dia, esse recurso tecnológico possui diversas outras utilidades. Nos Estados Unidos, por exemplo, softwares de reconhecimento facial são usados em nove aeroportos do país. Eles servem para encontrar criminosos apenas com imagens captadas pelas câmeras dos terminais.

As informações são comparadas aos dados biométricos da base de dados do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos. Para assim evitar problemas com disfarce e imitação.

Contraponto

A discussão levantada pela Georgetown Law, a segunda maior escola de direito dos Estados Unidos, é a de que o sistema comete erros frequentes e pode, até mesmo, ser ilegal. Segundo o relatório publicado pelos pesquisadores da universidade, o sistema teria um custo maior que US$1 bilhão, embora nem o Congresso nem o Departamento de Segurança Interna tenham justificado a necessidade do programa.

Outra questão apontada pelo estudo foi a de que, em nenhum momento, o Congresso autorizou a coleta de biometria dos cidadãos americanos via reconhecimento facial.

Conclusão

À medida que os novos recursos tecnológicos vêm permitindo avanços em diversos segmentos, é preciso levar em conta todos os aspectos que a adoção dessas ferramentas envolvem. A Georgetown Law, em especial, recomenda uma pausa no uso da tecnologia para esse fim. Até que se tenha a autorização do Congresso, a garantia de segurança das informações captadas, Além da prova de que ela funciona da forma como é anunciada.

Reconhecimento facial no Brasil

Ainda não possuímos reconhecimento facial nos aeroportos. No entanto, o Santander Brasil vai lançar no primeiro trimestre de 2018 a Identity Check Mobile. A tecnologia de biometria digital e de reconhecimento facial para autenticação de pagamentos online.

Em depoimento para o site de notícias UOL, Paulo Frossar, vice-presidente de desenvolvimento de negócios da Mastercard, comentou que o cadastro para utilização da nova tecnologia será feito diretamente pelo app e vai exigir autorização do banco.

Quais serão os contras dessa inovação?


Fonte: Engadget
Veja mais sobre
AppleiOSNegóciosSegurança
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email