Três impressões deixadas pelo evento Pokémon GO Safari Zone

Até então inédito na América Latina, o evento promovido pela Niantic levou mais de 22,5 mil jogadores à Orla do Guaíba, ponto turístico de Porto Alegre.

31/01/2019 às 14:00

Durante os dias 25, 26 e 27 de fevereiro, a atração principal da Orla do Guaíba, ponto turístico de Porto Alegre, não foi o tradicional pôr do sol, tampouco sua recente revitalização. O que motivou mais de 22,5 mil pessoas a enfrentarem a alta temperatura da capital gaúcha foi o evento Pokémon GO Safari Zone, até então inédito na América Latina.

Promovido pela Niantic, o campeonato simula um safári tradicional. No entanto, ao invés de animais de grande porte, os jogadores de Pokémon GO (Android ou ainda de iOS) saem em busca de Pokémons raríssimos como Relicanth e Unown. Ou seja, o sonho de consumo de qualquer fã da franquia da Nintendo.

Imagem de evento Pokémon Go Safari Zone em Porto Alegre, parada do Gasômetro.

Pokémon GO Safari Zone no Gasômetro, primeira parada dos jogadores.

Todavia, a caça aos Pokémons não foi a única coisa interessante do Safari Zone. Outros detalhes também chamaram a atenção de participantes e visitantes. Por esse motivo, apontamos abaixo três boas impressões deixadas pelo evento, mas que não possuem relação com as criaturas mais famosas da cultura geek.

3. Safari Zone favoreceu o exercício físico

Conforme comentamos no início do texto, a Pokémon Go rolou na Orla do Guaíba — especificamente no trecho revitalizado em junho de 2018 — e possuía três paradas: Gasômetro, Anfiteatro Pôr do Sol e Parque Marinha do Brasil.

Se você não conhece muito bem Porto Alegre, saiba que esse trajeto atinge 2,1 quilômetros de caminhada. Isto quer dizer que os jogadores andaram por, no mínimo, 30 minutos enquanto caçavam Pokémons.

Pokémon GO Safari Zone reuniu grande número de pessoas na Capital.

A atração Pokémon GO rolou na Orla do Guaíba e possuía três paradas: Gasômetro, Anfiteatro Pôr do Sol e Parque Marinha do Brasil.

Dito isso, nos resta concluir que, assim como o jogo, o evento conseguiu unir entretenimento e exercício físico. Inclusive, há rumores de que John Hanke, CEO da Niantic, pensou exatamente nisso ao criar Pokémon GO. Afinal, ele precisava criar algo capaz de tirar seus filhos de casa.

2. Safari Zone ajudou na exploração urbana

Além de fazer com que os jogadores caminhassem muito, o evento fez com que eles explorassem Porto Alegre. Por conseguinte, durante os três dias do acontecimento, era comum esse tipo de cena nas ruas:

Pokémon GO Safari Zone trouxe à rua diversas pessoas à busca de Pokémons.

Grupo de participantes do evento Pokémon GO Safari Zone em frente à Casa de Cultura Mario Quintana.

Isso porque o passe para o Safari Zone tinha a validade de um dia. Por consequência, nos outros dois, os jogadores ficavam livres para sair pela cidade à caça das criaturas. Ozelito Possidônio, jogador experiente de Pokémon GO, fez isso com os amigos.

“Fizemos o Safari Zone no dia 25 de janeiro, pois tínhamos o passe. E como sabíamos que nos outros dias não apareceria nada para a gente na Orla, fomos rodar o resto da cidade para pegar alguns ginásios diferentes”, afirmou.

1. Safari Zone estimulou interação entre jogadores

Outra imagem do evento comum nas ruas era a de grupos de desconhecidos em frente a monumentos históricos. Isso pelo motivo de que vários jogadores precisavam se unir para viver determinada experiência sugerida pelo game.

Jogadores do Pokémon GO em círculo, em frente a monumento de Porto Alegre.

Evento Pokémon GO Safari Zone estimulou interação entre jogadores.

Uma dessas experiências do Pokémon GO foi a batalha (Reid, ou Raid) contra uma criatura que nasceu na Praça da Alfândega. “Nós estamos aqui para enfrentar um monstro que vai nascer daqui a 40 minutos. E muitos jogadores precisam unir forças para enfrentá-lo”, explicou Maria Luísa, de 11 anos.

Pokémon GO Safari Zone acontece pela primeira vez no Brasil na cidade de Porto Alegre.

Jogadora mostra o Pokémon GO no smartphone.

Em síntese, a passagem do evento Pokémon GO Safari Zone por Porto Alegre foi proveitosa para todos. A cidade se beneficiou, os jogadores saíram satisfeitos e o jogo se provou um excelente entretenimento.

Então, confira mais fotos do evento:

Então, quer saber mais sobre games, eventos e entretenimento? Assim, continue conosco por aqui no Vivo Tech. Até a próxima!

Gostou da notícia?

Veja mais sobre
EntretenimentoNintendo
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email