Oumuamua: cometa ou nave alienígena?

O objeto interestelar foi visto sobrevoando o nosso Sistema Solar. Sua origem desconhecida vem causando comoção. Confira o que já se sabe.

20/11/2018 às 14:00

Cruzando os céus em um formato incomum, de origem desconhecida, o Oumuamua vem atraído a atenção tanto da população quanto da comunidade científica.

Ainda não se sabe dizer se o objeto é um cometa, asteroide, ou nave alienígena – embora todas essas possibilidades já tenham sido levantadas.

O que se sabe é que o objeto foi visto visitando o nosso Sistema Solar em setembro de 2017, sendo confirmado pela comunidade astronômica em outubro. Depois disso, o Oumuamua passou a se afastar da nossa órbita.

Em um primeiro momento, estudiosos de Harvard teceram suas opiniões polêmicas sobre o tema. E recentemente, a NASA também se posicionou sobre a origem misterioso objeto.

Mas o que é o Oumuamua, afinal? Qual sua origem e do que ele é feito? O que já foi descoberto? A seguir, trazemos o que já se sabe sobre o misterioso visitante que ainda promete dar muito o que falar.

Como o Oumuamua foi descoberto?

Tudo começou em outubro de 2017, quando os astrônomos do Pan-Starrs, projeto da Universidade do Havaí, notaram um objeto estranho no céu.

O item foi descrito como contendo 800 metros de comprimento e largura dez vezes menor, de superfície em tons de vermelho. Além disso, o objeto girava rapidamente, com uma trajetória inconstante e emitia um brilho que mudava de cor abruptamente.

O objeto desconhecido oumuamua,

O objeto desconhecido Oumumua. Foto: European Southern

Seu nome foi escolhido pelos cientistas do Pan-Starrs, que optaram pelo termo “Oumuamua”. A expressão havaiana significa algo como “mensageiro de muito longe que chega primeiro”.

As teorias sobre o que era ou podia ser esse objeto ainda estava em nível acadêmico quando os pesquisadores da Universidade Harvard resolveram dar sua contribuição. Assim, o assunto viralizou de vez quando a respeitada instituição publicou um estudo sobre o Oumuamua.

Desse modo, de acordo com a tese de Harvard, o Oumuamua seria nada mais nada menos que uma sonda operacional enviada por alienígenas.

Ou seja, Harvard disse em todas as letras que o objeto visitando nosso Sistema Solar era um artigo enviado por civilizações de outros planetas. A partir disso, é claro, a discussão sobre o Oumuamua só aumentou.

Conheça o avião supersônico da NASA.

Mas afinal, o que é o Oumuamua?

De início, o objeto sobrevoando nosso Sistema Solar foi entendido como um cometa. No entanto, essa hipótese foi rebatida, já que cometas, por definição, são corpos celestes congelados que, quando aquecidos pelo Sol, desenvolvem uma espécie de cauda de vapor. Isso não acontece com o Oumuamua, cuja cauda não foi encontrada.

O objeto desconhecido oumuamua.

NASA acredita que Oumuamua seja um cometa.

Ainda assim, o Oumuamua tem o comportamento de um cometa, desenvolvendo sua própria atmosfera por onde passa. Além disso, segundo a NASA, ele ainda pode ser considerado um cometa, pois o objeto anda em rota acelerada. E tal aceleração pode fazer com sua cauda não possa ser perceptível a olhos humanos ou telescópios.

E mais, é fato que o Oumuamua está acelerando cada vez mais rápido para longe do Sol em uma velocidade que não tem explicação para além da simples gravidade. Algo próprio de corpos espaciais como cometas.

Ou seja, tudo indica que o Oumuamua seja um cometa com atividade incomum. E não uma nave alienígena, como alguns apontavam e a própria Harvard chegou a cravar.

A NASA vem aprimorando sua tecnologia para tornar Marte habitável.

O que a NASA tem feito?

Como dito anteriormente, a NASA estudou o objeto desconhecido e afirmou que ele tinha as propriedades (embora não todas) de um cometa.

No entanto, desde janeiro de 2018, o Oumuamua não é mais visível no espaço, nem mesmo por telescópios. Desse modo, visando dar prosseguimento ao estudo do objeto, a NASA atribuiu ao telescópio espacial Spitzer a tarefa de vistoriar a área do céu onde o objeto foi encontrado. Foram dois meses de observação, e nada mais foi encontrado.

O objeto desconhecido oumuamua.

Órbita do Oumuamua, aqui ainda apontado com seu primeiro nome, “A/2017 U1”.

Isso quer dizer que o Oumuamua foi embora ou que é uma nave alienígena imprevisível? Não para a NASA. De acordo com David Trilling, autor do estudo da NASA sobre o Oumuamua, o objeto pode, na verdade, ser muito menor do que se pensa. Desse modo, ele ainda pode estar vagando por aí, sem que possamos percebê-lo.

Comunicação via laser da NASA: entenda.

O futuro do Oumuamua

Em órbita, sob o nosso conhecimento, desde outubro de 2017, esse objeto desconhecido vem chamando a atenção por seu formato peculiar e sua rotina imprevisível.

O objeto interestelar ainda não conseguiu ser definido de modo definitivo, posto que a comunidade científica diverge sobre como ele pode ser catalogado. Para Harvard, se trata de uma nave alienígena. Para a NASA, é apenas um cometa anormal.

Desse modo, a dúvida sobre o que o Oumuamua é e quais são seus “planos” permanece em aberto. Cabe a nós, meros mortais, esperar pela próxima novidade que o objeto irá trazer.

Veja mais sobre
Tecnologia
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email