O game da vez: Cuphead está disponível para Steam e Xbox One

Depois de tanto suor dos desenvolvedores do studio MDHR, Cuphead finalmente foi lançado para Xbox One, Windows 10 e Steam.

Você provavelmente já sabe que Cuphead é um grande sucesso. Se duvidar, até já experimentou o jogo. Anunciado na E3 de 2015 pelo Studio MDHRCuphead passou por diversos períodos de cancelamento até que, na semana passada, saiu para Xbox One, Windows 10 e Steam. Além de estar ocupando a primeira posição de jogos mais baixados no site Steamspy, foi pauta de inúmeras notícias e reviews por ser extremamente desafiador e nostálgico.

Mas se você ainda não sabe do que estamos falando, de acordo com o site do game, Cuphead é um clássico “run and gun” focado em batalhas contra chefes, ou seja, de alta dificuldade. A iniciar o jogo, você escolhe entre Cuphead ou Mugman (em um único jogador ou cooperativa local) para guiá-lo em mundos estranhos, adquirir novas armas, aprender movimentos poderosos e descobrir segredos escondidos enquanto tenta pagar uma dívida com o diabo.

Mas parece que a graça não está na narrativa, mas, sim, na estética do game que foi inspirada nos desenhos dos anos 30, principalmente na obra do cartunista e inventor polonês Max Fleischer. Além do talento de Fleischer, o site Nexo Jornal indicou a Silly Simphony da Disney como outra grande referência. Os recursos visuais e de áudio foram cuidadosamente criados com as mesmas técnicas da época, ou seja, animação de mão tradicional, desenhada à mão, aquarela e gravações de jazz originais.

Seja pelo motivo que for, o sucesso de Cuphead é inquestionável. Prova disso é que o game está no mercado há pouquíssimo tempo e a Funko já anunciou uma linha baseada nos personagens do jogo. A coleção de bonecos contará com Cuphead, Mugman e o Diabo, vilão do jogo, além de uma edição especial da New York Comic-Con com os irmãos Cuphead em preto e branco, diz o site Critical Hits

Funko do Diabo de Cuphead
Funko do Diabo de Cuphead. Imagem: Critical Hits

Para Holly Green, jornalista da Paste Magazine, a fissura pelo game justifica-se no fato de que “Cuphead estranhamente dá o que nenhuma quantidade de terapia ainda alcançou: uma lembrança feliz sobre a infância”. No entanto, se você, ao contrário das pessoas, não tem tempo ou interesse para investir no game, vale assistir a experiência de pessoas jogando-o para você entender um pouco sobre o funcionamento sem ter que experimentá-lo.



Veja mais sobre