O ecossistema de startups B2B está crescendo na Índia

Depois de quase uma década do público B2C dominando o ecossistema de startups, as empresas de negócios B2B estão finalmente ganhando seu espaço.

De acordo com relatório assinado pela Nasscom em parceria com a Zinnov, quase metade das startups fundadas na Índia em 2017 operam com clientes B2B.

Em comparação ao ano passado, há um forte crescimento de empresas que dispõem de serviços Fintech (tecnologia financeira) e de saúde, muito por conta do aumento na adoção de tecnologias avançadas, incluindo análises, inteligência artificial, internet das coisas (IOT) e realidade aumentada.

Fintech H1 2016 H1 2017
Number of startups 275 360
Funding $85 million $200 million

Os pagamentos e empréstimos digitais estão se expandindo de forma constante, ao lado de várias novas empresas na área de gestão de seguros e patrimoniais.

Health tech H1 2016 H1 2017
Number of startups 250 320
Funding $70 million $160 million

Na Tecnologia da Saúde, as empresas que oferecem gerenciamento de informações sobre os pacientes estão ganhando força, seguidas de novas áreas como detecção de anomalia, monitoramento de doenças e telemedicina.

O país continua como terceiro maior ecossistema de startups do mundo, logo depois dos EUA e de Israel. Em 2017, a Índia adicionou 1.000 novas startups, totalizando mais de 5 mil. O modelo de negócio direcionado aos clientes B2B ocupa cerca de 40% do cenário indiano, segundo o relatório.


Fonte: QZ


Veja mais sobre