Conheça o Motorola Razr com tela dobrável que relembra um clássico

O novo Motorola Razr tem tela dobrável na vertical e homenageia, com tecnologia, o icônico Razr V3 de 2004.

30/12/2019 às 9:00

Quem lembra do celular Motorola Razr V3, de 2004? Ele era dobrável, muito elegante, e foi um verdadeiro ícone. Bem, agora a Motorola prestes a lançar uma nova versão daquele grande sucesso, só que desta vez não é apenas o telefone que se dobra. A tela do novo Motorola Razr também é dobrável.

Motorola Razr de 2004 tinha tela pequena e teclado físico.

No modelo de 2004, tela pequena e teclado físico.
Motorola Razr tem uma grande tela dobrável interna.
Novo modelo mantém tela pequena externa, mas adiciona uma grande tela dobrável interna.

Fechado, Motorola Razr é pequeno

O novo modelo é muito mais bonito e moderno. Além disso, sua ficha técnica é excelente. Começando, aliás, por suas dimensões compactas. Fechado, ele mede apenas 94 x 72 x 14 milímetros, é muito menor que qualquer smartphone atual. Quando aberto, as dimensões são de 172 x 72 x 6,9 milímetros. O peso é de 205 gramas.

E a tela interna oferece generosas 6,2 polegadas de diagonal visual, na esbelta proporção 21 x 9. Ou seja, é bem grande. Essa tela tem, aliás, a tecnologia OLED, com a boa resolução de 876 x 2.142 pixels. A tela frontal tem definição de 800 x 600 pixels.

Fechado, Motorola Razr é prático para carregar no bolso.
Fechado, Motorola Razr é prático para carregar no bolso.

Boa memória RAM e de armazenamento

O processador é um Snapdragon 710, enquanto a CPU tem oito núcleos, com velocidade máxima de 2,2 Ghz. A memória é, contudo, grande, 128 GB, mas não há slot para cartão de memória extra. Equipado de fábrica com o Android 9 Pie, o novo Motorola Razr oferece, portanto, velocidade e fluidez na operação, já que tem 6 GB de memória RAM.

Aliás, uma das virtudes do modelo é que a verificação de mensagens, notificações e alertas pode ser feita na tela externa, sem necessidade de abrir o telefone. Prático, concorda? O usuário só vai abrir o telefone quando for navegar na web, assistir um vídeo ou conferir as novidades em suas redes sociais.

Com tela interna dobrável, Motorola Razr custará US$ 1.500 (R$ 6.300,00), nos Estados Unidos.
Motorola Razr deverá ser lançado em janeiro de 2020 nos EUA e Europa.

Câmera única na traseira

Embora não siga a tendência de câmeras múltiplas na traseira, o novo Motorola Razr possui câmera de alta qualidade: 16 MP com abertura de f/1,7, excelente para uso com pouca luz. Ela oferece HDR e o flash, de LED duplo, tem dois tons diferentes de luz. Além disso, a câmera roda vídeos em 30 quadros por segundo, com definição em HD. Por outro lado, a câmera secundária, para selfies, é de 5 MP.

O Motorola Razr atual inclui sensor de digitais, na parte frontal, e oferece ainda acelerômetro, bússola, giroscópio e sensor de proximidade. O aparelho, aliás, oferece todas as conexões: Wi-Fi, Bluetooth, GPS, USB e NFC, para pagamentos por aproximação. Ele funciona em todas as bandas de 4G, incluindo a brasileira de 700 MHz. Entretanto, a bateria é menor que a dos modelos mais recentes de smartphones, com apenas 2.510 mAh,

O custo de reposição da tela

Todavia, você pode estar com uma dúvida: e essa tela dobrável, quanto tempo resiste? E, se estragar, será muito caro substituí-la? A Motorola não adianta o tempo de durabilidade da tela, mas oferece um programa de troca da mesma por um valor que é considerado acessível.

Motorola garante que preço de troca de tela do Motorola Razr será acessível.
Motorola garante que preço de troca de tela será acessível.

Nos Estados Unidos, o aparelho custará (em vendas a partir de janeiro de 2020) a quantia de US$ 1.500 (R$ 6.300), enquanto a troca de tela ficará por US$ 299 (R$ 1.260). É muito dinheiro, mas uma fração do que custaria a eventual troca de tela de um dobrável Samsung Galaxy Fold ou Huawei Mate X.

Em síntese, o novo Motorola Razr tem tudo para ser um ótimo aparelho, mas não chega a ser topo de linha. Aliás, nem é essa sua proposta: a Motorola quer vendê-lo por sua aparência elegante e refinada, como uma peça de design superior.

Há um quê de nostalgia no lançamento, uma homenagem ao Rzar V3 de 15 anos atrás. Contudo, há uma base mercadológica forte para isso: o recente relançamento que a Nokia fez do clássico modelo 3310 foi um grande sucesso de vendas.

Vai ser lançado no Brasil?

E o novo Motorola Razr chegará ao Brasil? A resposta é sim. A empresa já está homologando o aparelho junto à Anatel. Com início das vendas nos EUA e Europa em janeiro de 2020, é então possível presumir que o lançamento por aqui aconteça ainda no primeiro trimestre do mesmo ano.

Inegavelmente, são boas novas. Todavia, já escrevemos por aqui sobre o Galaxy Fold, que ainda não virou realidade. Igualmente temos ótimos artigos sobre outros lançamentos da Motorola, como o Motorola One e ainda o Moto X-4. Boas leituras!

Gostou da notícia?

Veja mais sobre
Tecnologiatelefonia móvel
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email