Motor elétrico vs combustão: entenda as diferenças

Descubra quais as diferenças entre um motor elétrico e um a combustão (aquele movido a gasolina ou álcool)

06/02/2019 às 17:00

Ano após ano, as montadoras de veículos apresentam avanços na tecnologia do motor elétrico. O modelo já se tornou uma realidade e é visto nas ruas com uma frequência cada vez maior.

Mas afinal, qual a diferença entre um motor elétrico e um a combustão (aquele movido a gasolina ou álcool)? Quais as vantagens e desvantagens de cada um?

Para te salvar dessas dúvidas, fizemos uma matéria que explica – e demonstra – tudo sobre cada um deles. Curioso? Então confira logo abaixo os detalhes.

Motor elétrico

O motor elétrico é alimentado por baterias recarregáveis de íon-lítio, tecnologia semelhante à dos dispositivos móveis – como tablets e smartphones, por exemplo.

Motor elétrico possui um sistema diferente de produção de energia.

Baterias presas ao chassi do veículo Bolt, da Chevrolet.

O veículo é alimentado por baterias que fornecem eletricidade para o motor. Dentro do motor existem ímãs, dispostos de duas maneiras: fixos em torno de uma barra e também um fixo a essa barra, que roda em torno do próprio eixo.

Quem já brincou com um ímã, sabe que os campos magnéticos opostos se atraem e os iguais se repelem. Ou seja, à medida que os ímãs presos repelem o que está fixo, este gira e cria um movimento contínuo de rotação – responsável por fazer as rodas do carro girarem.

A tecnologia e a eficiência

Este é um dos principais pontos positivos do motor elétrico. Uma vez que não há queima de combustível para a movimentação do veículo, não existe emissão de CO2 ou qualquer outro gás.

Além disso, a ausência de sistema de exaustão (escapamento e afins) reduz consideravelmente o nível de ruído feito pelo veículo. Por isso, impacta positivamente na diminuição da poluição sonora.

Outro ponto a favor do motor elétrico é a alta eficiência energética. Calcula-se que um equipamento elétrico tem aproveitamento de cerca de 95% da energia, enquanto o movido a combustão chega a 30%. Em resumo, a perda é muito baixa e a eficácia mais de três vezes superior aos motores convencionais.

Apesar de usar uma tecnologia mais complexa, um veículo elétrico usa uma menor quantidade de peças em sua construção. Isso reflete diretamente no baixo custo de manutenção do veículo. Afinal, menos componentes é igual a menos desgaste. Isso equivale a um número menor de peças para serem substituídas.

Mas nem tudo são boas novas

É verdade que a autonomia melhorou bastante nos últimos anos. Em 2010, por exemplo, o Nissan Leaf era capaz de rodar 160 km. Já a versão 2019, do mesmo modelo, promete atingir os 350 km. Já o Tesla Model S 100D consegue andar mais de 500 km com uma única carga. Porém, apesar da evolução, a autonomia continua a ser uma preocupação dos fabricantes e é objeto constante de estudos.

Contudo, um dos principais pontos negativos quando se fala de carro elétrico no Brasil são os postos de recarga. Para quem deseja ter um modelo desse, é preciso desembolsar cerca de R$ 7 mil para a instalação de um carregador de baterias – sem contar custos de recarregamento.

Motor elétrico ainda sofre com falta de postos de recarregamento.

Postos de recarregamento no Brasil ainda são escassos.

Se a opção for recorrer aos postos de recarga púbicos (assim como postos de gasolina), as alternativas se restringem a poucos locais espalhados pelo país.

O alto investimento inicial faz com que o custo por quilômetro rodado fique alto. A mesma realidade não se observa em países como Portugal, por exemplo, que já se percebe uma expansão na oferta de serviços de carregamento. Sendo assim, rodar 100 km num carro elétrico custa 2 euros (equivalente a R$ 8,52). Enquanto que o mesmo trajeto num motor a combustão sai por 12 euros (R$ 51,13).

Carros autônomos. O que esperar? 

Motor a combustão

Quando falamos em um motor convencional, para que ele possa funcionar, é preciso injetar uma mistura de ar e gasolina (ou álcool) dentro dele. Então, a vela solta uma faísca que provoca uma explosão. Essa combustão, daí vem o nome, move o pistão e faz o motor girar. A mágica acontece centenas de vezes durante um único minuto, porém é também a responsável pela emissão de gases tóxicos na atmosfera.

Motor elétrico ou a combustão: entenda a diferença.

O funcionamento do motor a combustão.

Os benefícios da antiga tecnologia

Abastecer um carro com motor a combustão não é problema. Por se tratar de uma tecnologia já convencional, há postos por todos os lados em grande parte do país. Além disso, encher um tanque não demora mais do que alguns minutos. O mesmo não acontece nos modelos elétricos, onde é preciso esperar, pelo menos, meia hora para recarregar a bateria.

Outro ponto positivo para os veículos com motores a combustão é o valor. Ainda é muito caro produzir carros elétricos, e isso acaba refletido no preço final. Por exemplo, na Europa, o custo do Smart Fortwo convencional sai a partir de 11.220 euros. Já a versão elétrica do pequeno veículo começa em 22.500 euros.

Ao contrário do motor elétrico, o a combustão possui ampla rede de postos e serviços disponíveis.

Facilidade de abastecimento é uma das vantagens do motor a combustão.

Como vimos, tanto o motor elétrico como o a combustão têm suas vantagens e desvantagens. Ainda há um caminho a ser percorrido antes das versões elétricas serem maioria nas ruas. Mas o futuro já começou e aos poucos veremos cada vez mais opções no mercado. Por isso, vale lembrar quais as vantagens de cada uma das opções.

Motores elétricos

  • Custo de abastecimento reduzido;
  • Não emite gases poluentes;
  • Baixa emissão de ruído;
  • Custo reduzido de manutenção.

Motores a combustão

  • Maior autonomia;
  • Rapidez para abastecer;
  • Rede de abastecimento ampla e consolidada;
  • Investimento inicial inferior.

Gostou da matéria? Então fique aqui e aproveite para saber tudo sobre a Fórmula E, a categoria de carros elétricos de corrida.

 

Gostou da notícia?

Veja mais sobre
TecnologiaVeículos
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email