Conheça a Libreflix: nova concorrente gratuita e brasileira da Netflix

A plataforma tem como principal objetivo combater a pirataria e, claro, facilitar na hora de escolher algo para assistir.

06/09/2018 às 9:00

Você se lembra quando o YouTube era sua única opção para ver vídeos? Bem, esse tempo acabou.  Hoje existem várias plataformas que lutam entre si pelo interesse dos consumidores que são apaixonados por filmes e séries. Entretanto, uma coisa é certa: a Netflix chegou e mudou completamente a maneira como encaramos os serviços de streaming.

Tanto é que, rapidamente, se tornou uma referência quando o assunto é conteúdo audiovisual. Quando falamos sobre o Brasil, existem muitos serviços para atender os consumidores que buscam por esse tipo de plataforma. Porém, a maioria é paga.

Com a ideia de democratizar esse mercado, Guilomour Rossi, estudante e hacksitivta, como ele gosta de se definir, decidiu criar uma nova plataforma de streaming de filmes, documentários e curtas. Foi assim que surgiu o Libreflix, um serviço gratuito que tem como objetivo distribuir obras sem custo. E, claro, sem ferir os direitos autorais.

Libreflix, nova concorrente da Netflix.

Libreflix reúne filmes, documentários e curtas.

Como não depende de acordos com estúdios, o próprio usuário pode enviar produções para a Libreflix. Tudo de maneira simples e fácil: basta criar uma conta e enviar o arquivo. Ou seja, se você tem um projeto, pode até ser mesmo aquele trabalho de TCC, que está pronto e entregue. Basta submeter na rede para que outras pessoas tenham acesso.

Claro que isso não significa que o curta, filme ou série será disponibilizado imediatamente. Pois, é necessário que a equipe antes faça uma pesquisa para verificar se, realmente, não há nenhum problema em liberar o título antes de acrescentar ao catálogo.

Com mais de 200 títulos e sem fins comerciais, o Libreflix foi desenvolvido de maneira comunitária. Assim, o seu custo de manutenção é baixo. Apesar de algumas melhorias ainda estarem em fase de testes, a plataforma se compromete em liberar a ficha técnica completa, legendas em outros idiomas, além de links para os canais oficiais da produção.

Aliás, se você estiver procurando por algum filme sobre tecnologia e transformação digital, precisa ver a lista que fizemos de algumas produções que abordam esse tema de forma para lá de interessante.

Libreflix, nova concorrente da Netflix.

Quero testar o Libreflix: como funciona?

A plataforma é dividida nas seguintes categorias: Curtas, Docs, Filmes, Séries, entre outras. Também é possível encontrar uma obra pelo tema, como música, tecnologia, ativismo ou feminismo, por exemplo. É importante ressaltar que, como todas as obras possuem direitos de exibição livres, o usuário não vai encontrar nenhum título famoso ou de blockbuster. Entretanto, há ótimas produções, algumas até mesmo com qualidade e reprodução full HD.

É possível usar o Libreflix na tela de sua televisão com o auxílio de um cabo HDMI ou baixar o aplicativo, disponível apenas para os usuários de Android.

Em breve, o criador pretende aprimorar o serviço e criar uma versão para o iOS, Chromecast e até mesmo uma plataforma que faça downloads e funcione de maneira offline para ajudar aqueles que não possuem banda larga. Como o serviço é gratuito, vale a pena fazer o teste! Acesse o site aqui.

Se você é o tipo de pessoa que faz de tudo para economizar internet, confira outros apps que podem ser usados de modo offline e, assim, você não precisa gastar seus dados.

Por enquanto, o Libreflix possui os mais variados tipos de documentários (que correspondem a 75% de seu acervo). Cerca de 25% das obras são títulos brasileiros, como “Falcão: Meninos do Tráfico”, que conta com a direção de MV Bill e Celso Athayde; “Quebrando o Tabu”, dirigido por Fernando Grostein Andrade e Cosmo Feilding-Mellen; e “Hotel Laide” de Debora Diniz.

Libreflix, nova concorrente da Netflix.

Conheça o Facebook Watch

O Facebook nunca quer ficar para trás quando o assunto são novas ideias. Por isso, no ano passado, lançou um serviço com o objetivo de rivalizar diretamente com o Netflix e YouTube: o Watch. É uma plataforma de vídeos autorais com uma programação bem variada. São shows, documentários, programas de esporte e até sobre safaris.

Além de confrontar com os serviços de streaming, a ideia da rede social de Zuckerberg também é de que os usuários passem ainda mais tempo dentro de sua plataforma. Sem a necessidade de migrar para outro lugar. Por enquanto, a novidade ainda não está disponível em muitos países, apenas nos Estados Unidos e em breve na Índia. Mas a ideia é que ele seja internacionalizado rapidamente para se tornar mundial.

Não é novidade que os vídeos se tornaram uma prioridade para o Facebook. Uma vez que já faz algum tempo que a empresa investe nesse tipo de serviço. Um exemplo disso são os Stories do Instagram que, praticamente, acabaram com a grande base de usuários do Snapchat.

Libreflix, nova concorrente da Netflix.

Facebook Watch tem o objetivo de rivalizar diretamente com o Netflix e YouTube.

Com tantas opções de gadgets, dispositivos móveis e serviços on demand no mercado, a TV por assinatura parece um recurso obsoleto. Mas será que isso é, realmente, verdade? Clique e saiba mais!

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email