ID Jovem: saiba o que é e como aproveitar os benefícios

Conheça o ID Jovem, programa que dá descontos em passeios culturais e oferece passagens gratuitas a jovens de até 29 anos!

31/01/2019 às 9:00

O Identidade Jovem, ou ID Jovem, como ficou conhecido, é uma maneira econômica de viajar por diferentes lugares do Brasil e ter acesso a programas culturais por preços mais em conta. Criado em 2013 pelo governo federal, o documento pode ser tirado por brasileiros que têm entre 15 e 29 anos de idade. Todos também devem pertencer a uma família com renda mensal de até dois salários mínimos.

ID Jovem possibilita adquirir passagens gratuitas para viagens.

Programa garante descontos e passagens de ônibus gratuitas.

Além disso, é necessário se inscrever no Cadastro Único, programa do governo voltado a causas sociais e garantir que os seus dados estejam sempre atualizados. Depois disso, basta aproveitar todos os benefícios que o ID jovem oferece. Vamos conhecê-los?

Benefícios do ID Jovem

Uma das principais vantagens do documento é o benefício de meia-entrada em eventos ligados à música, teatro, cinema, esportes, dança e muito mais. E não é preciso ser estudante, necessariamente, para poder utilizar. Assim, basta cumprir os pré-requisitos mencionados acima.

Desconto de meia-entrada garantido pelo ID Jovem.

O ID Jovem dá direito à meia-entrada para shows e outros eventos culturais.

Além dos ingressos mais em conta, o ID Jovem também dá uma ajuda para que as pessoas possam chegar até esses eventos. Ou seja, garante vagas gratuitas ou com bons descontos em ônibus interestaduais.

Assim, o passeio sai bem mais em conta e você consegue viajar pelo Brasil. No entanto, o documento não dá direito a descontos em viagens feitas dentro dos estados. Por isso, fique atento antes de sair de casa! Veja como funciona:

Como aproveitar as vantagens do ID Jovem

Para aproveitar esses benefícios, é preciso apresentar o documento válido no momento da compra. As únicas formas de obtê-lo é por meio do aplicativo, disponível para iOS e Android.  Antes de baixar, no entanto, certifique-se de que sua inscrição está ativa e atualizada no Cadastro Único. Visite o site para saber tudo sobre a iniciativa.

ID Jovem pode ser emitido via site ou pelo app.

A emissão do documento pode ser feita pelo site.

Depois de preencher todos os dados, você pode imprimir o documento para apresentá-lo ou então utilizar o app como comprovante. Assim, basta mostrá-lo na compra dos ingressos dos eventos e das passagens de ônibus.

No caso das viagens, o ID Jovem deve ser apresentado junto a outro documento oficial com foto, como o RG ou a carteira de motorista. Nos guichês físicos de atendimento, as empresas de transporte são obrigadas a oferecer ao menos duas passagens gratuitas por viagem. Contudo, não há uma lei estabelecida para passagens compradas pela internet. As companhias podem aceitar ou não.

Caso a quantidade disponível se esgote na viagem desejada, o jovem tem então o direito a comprar bilhetes com desconto de 50% (a quantidade também pode ser limitada).

Além disso, o programa recomenda que as reservas sejam feitas com três horas de antecedência e que os jovens cheguem pelo menos 30 minutos antes da partida do ônibus. Mas se o benefício for contestado e não aceito, o site do programa indica o Disque 166 para denúncias.

E se não estou no Cadastro Único?

O governo federal criou o Cadastro Único para reunir informações sobre famílias brasileiras de baixa renda. A partir dessa inscrição, elas podem ter acesso a programas sociais voltados a diferentes áreas. O ID Jovem é um deles.

Para se inscrever no Cadastro Único, no entanto, é preciso ganhar até meio salário mínimo por pessoa. No caso de famílias, a renda deve ser de até três salários mínimos por mês. As inclusões podem ser feitas espontaneamente por meio de visitas a domiciliares. Quem ainda não foi procurado, pode ir até o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do seu município.

O representante da família deve levar o CPF ou Título de Eleitor. Também é preciso separar os seguintes documentos dos dependentes: Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento, CPF, RG, Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI) e Carteira de Trabalho ou Título de Eleitor.

Acesse o site da Caixa Econômica Federal para mais informações sobre o programa.

O ID Jovem tem validade?

Sim, o documento é válido por 180 dias. Depois desse período, será preciso emitir uma versão atualizada (o procedimento também é feito pelo aplicativo). E, para isso, todos os requisitos serão avaliados novamente, daí a importância de manter o Cadastro Único sempre atualizado.

ID Jovem conta com diversos benefícios.

Todas as vantagens do ID Jovem.

E já que estamos no clima de viagem, confira uma reportagem especial que fizemos sobre aplicativos que facilitam a organização da sua viagem. E continue conosco aqui no Vivo Tech!

Gostou da notícia?

Veja mais sobre
LazerUtilidades
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email