De radar de trânsito a salva-vidas: conheça todas as funções dos drones

Drone passam a ser usados para diferentes fins, desde entregas a espetáculos no céu. Veja quais funções o equipamento pode ter!

13/07/2018 às 14:08

Monitorar o trânsito de estradas, ruas e avenidas não é tarefa fácil. Nas rodovias é ainda mais complicado. É que as câmeras fixas têm limitação de distância e não registram nada além do que está à frente. No entanto, para resolver essa questão, diferentes empresas e especialistas têm recorrido à robótica. Pesquisadores da Universidade de Ohio (EUA) tiveram a ideia de monitorar o tráfego com drones. E os resultados não decepcionaram! Aliás, veja como a indústria dos drones já decolou em todo o mundo.

 Drones: conheça todas as funções dessas aparelhos.

Com custo de US$ 5,9 milhões (R$ 22,1 milhões), o projeto-piloto garante visão constante sobre um trecho de rodovia. Drones com câmeras monitoram 56 quilômetros da estrada, entre as cidades de Dublin e East Liberty, em Ohio.

Os dados obtidos são enviados em tempo real para o Departamento de Controle de Tráfego do estado. A velocidade de transmissão de informações é especialmente útil em casos de acidentes que bloqueiem parcial ou completamente a rodovia. Ou, ainda, quando há engarrafamentos inesperados. O projeto-piloto será expandido paulatinamente para mais trechos rodoviários.

Drones geram emprego

A ideia de Ohio também ajuda a testar a eficiência e a segurança sob os regulamentos aeronáuticos norte-americanos. A Federal Aviation Administration (equivalente à nossa ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil) está liberando projetos dentro de um programa especial. A intenção é conferir, até 2021, o quanto drones podem se integrar, com segurança, no ocupado espaço aéreo do país.

Pelo programa, há universidades, cidades, governos estaduais e até uma tribo indígena utilizando drones próximos de aviões, prédios e pessoas. Se as experiências mostram-se seguras e úteis, o uso poderá ser muito ampliado nos Estados Unidos.

A expectativa é obviamente muito grande em termos financeiros. Com a integração dos drones a variados usos, a previsão é de 100 mil empregos novos até o ano 2025. O impacto econômico esperado é de US$ 82 bilhões (R$ 225 bilhões).

Entregas, um uso óbvio

E quais são as atividades que os drones podem fazer, além de fotografar e filmar? Muitas já estão sendo experimentadas. A entrega de encomendas é a opção mais recorrente. A Amazon investe no conceito e até fez, em dezembro de 2016, voos de teste em zona rural da Inglaterra. Veja o vídeo:

Para uso em espaços aéreos urbanos, ainda há a necessidade da aprovação legal. Aliás, a empresa de logística UPS também aposta em entregas por drones, assim como a rede de pizzarias Domino’s.

E por que todo esse interesse? Entregas por drones são mais baratas, rápidas e práticas do que qualquer outro sistema.

Ferramenta na agropecuária

Outro uso importante do drone, e inclusive frequente no Brasil, é na agricultura e na pecuária. Eles podem jogar fertilizantes nas plantações com precisão, monitorar rebanhos e a saúde das culturas. Aliás, os drones são muito mais certeiros e de custo mais baixo que aviões agrícolas. E substituem os tratores, de alto custo e manutenção, em várias de suas tarefas.

Equipamento é bastante usado na agricultura

Para policiais e bombeiros

Drones no combate ao crime é outra possibilidade forte. No entanto, ainda há discussões sobre o uso policial pelas questões do direito à privacidade. Mas, com legislação adequada, eles são perfeitos para obter imagens de cenas de crime, monitorar malfeitores em fuga ou em cenários com reféns. A Polícia Rodoviária Federal está começando a utilizá-los. E até já noticiou que encontrou um balão perdido no Paraná com a ajuda de um deles.

Bombeiros igualmente podem ter drones, para monitorar incêndios, procurar e identificar novos pontos de fogo e localizar vítimas. Por sua limitada capacidade de carga, não são úteis para jogar água sobre incêndios.

Drones fazem o show

Drones podem ser os atores de grandes shows de luz e cor, substituindo com vantagens fogos de artifício. E têm atraído multidões, nos Estados Unidos e na China.

Veja este espetáculo feito pela Intel no Consumer Electronics Show (CES), em Las Vegas:

Ou este, feito com 1.374 drones, na China, numa apresentação que valeu entrada para o Livro Guiness de Recordes. É simplesmente espetacular:

E podem ser salva-vidas

Do céu, diretamente para a água! Na Austrália, a empresa Little Ripper apresenta drones como salva-vidas. O equipamento voa até onde há pessoas se afogando e joga, com precisão, um flutuador que infla na água. Aliás, este suporta o peso de até quatro pessoas.

O mesmo drone também pode jogar kits de sobrevivência para pessoas em perigo na terra ou sobre neve. Além disso, os kits contêm até desfibriladores cardíacos.

 Drones: conheça todas as funções dessas aparelhos.

O drone da australiana Littler Ripper.

Quanto mais utilidades forem criadas, mais as leis dos diversos países se adaptarão ao seu uso. Afinal, a história dos drones no planeta Terra está apenas começando. No entanto, já ganhou diferentes adeptos. 

E você, gostaria de ter um? Então, veja como funciona a legislação no Brasil para usar os drones. Aliás, saiba mais também sobre os modelos tripulados e fique por dentro desse universo!

Gostou da notícia?

Veja mais sobre
DronesgadgetsTecnologia
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email