Saiba aproveitar todas as funcionalidades que o app do LinkedIn oferece

App da rede social oferece diferentes funcionalidades que ajudam na busca pelo emprego ou simplesmente pata ter acesso a informações importantes do setor.

21/06/2018 às 9:00

O LinkedIn é a rede social mais popular para profissionais. Aliás, pode ser uma ferramenta extremamente poderosa quando se usa todos os recursos da plataforma. De olho nisso, separamos algumas dicas para você saber como usar essa rede social que reúne empresas do mundo inteiro e comporta a compartilhamento de links, textos, imagens, vídeos e vagas. Confira!

Resultado de imagem para linkedin gif

1-) Perfil em outro idioma

A ferramenta permite que o usuário monte seu perfil em diversas línguas. Assim, é possível ampliar as oportunidades de emprego e de negócios sem a necessidade de abrir uma nova conta.

Como os recrutadores buscam os candidatos por palavras-chave, não há possibilidade de encontrar os currículos que não estejam na mesma língua em que a busca foi feita. Dessa forma, muitas pessoas perdem oportunidades de vagas internacionais por manterem as informações apenas em sua língua nativa.

Que tal criar um para ampliar suas possibilidades de encontrar uma vaga? Basta clicar no botão “Adicionar perfil em outro idioma” e o LinkedIn abrirá uma janela para começar a preencher o novo perfil. Então, basta selecionar uma língua e, da mesma forma feita com o perfil original, colocar nome e título. A plataforma não faz as traduções automáticas, então o usuário precisa fazê-las.

Em seguida, na área superior direita, é só encontrar o perfil que foi iniciado em outro idioma e editar normalmente. Isso significa descrever todas as experiências profissionais e acadêmicas. Como elaborar um currículo em inglês, espanhol ou em qualquer outra língua requer atenção e muito cuidado, é necessário reservar um tempo para fazer tudo sem pressa.

2-) Perfil personalizado

O perfil do LinkedIn é um currículo. Dessa forma, não podemos nos esquecer de preenchê-lo com todos os registros referentes aos empregos. Aliás, é essencial usar apenas informações pertinentes.

LinkedIn: saiba aproveitar todas as funcionalidades do app.

Personalizar o perfil é visto com bons olhos pelos recrutadores.

A rede social permite que o usuário vincule alguns aplicativos para tornar o perfil mais rico. Por exemplo, o você pode colocar o “Reading List Amazon” para compartilhar os livros que está lendo.

Ou até mesmo o “WordPress” para aqueles que têm um blog e querem dividir seu conteúdo na plataforma. Também dá para vincular o Twitter ao LinkedIn. Mas atenção: faça isso somente se usar sua conta para postar assuntos profissionais ou que acrescentem algo.

3-) Contatos

O LinkedIn encontra os amigos cadastrados por meio de uma busca nos contatos de email do usuário. Basta clicar em “Contatos”, depois em “Adicionar conexões”. Em seguida, escolha o endereço de e-mail em que deseja buscar os contatos e permita o acesso da plataforma a esses dados. Prontinho!

LinkedIn: saiba aproveitar todas as funcionalidades do app.

Plataforma permite a localização de contatos.

De acordo com os dados inseridos no perfil do usuário, a rede social também faz a busca de “Colegas” e “Colegas de classe”. Isso significa as pessoas que estudaram ou trabalharam com ele em algum momento de sua vida.

4-) Busca de emprego

Procurar vagas na rede social é bem fácil: basta clicar na aba “Empregos”, digitar um cargo, nome da empresa ou palavra-chave ligada às suas ambições profissionais. Assim, a busca trará os resultados de vagas abertas na cidade escolhida. A plataforma também permite refinar a pesquisa com alguns filtros, como data de publicação da oportunidade de emprego e nível de experiência, por exemplo.

O que muitas pessoas não sabem é que ao salvar as buscas de emprego é possível receber notificações importantes.  Por exemplo, você é avisado cada vez que uma vaga (de acordo com o seu perfil) for anunciada no LinkedIn.

De acordo com Fernanda Brunsizian, gerente de comunicação da plataforma, para evitar receber conteúdos irrelevantes o ideal é fazer e salvar múltiplas buscas específicas. É uma alternativa muito melhor do que procurar mais de uma oportunidade em uma única pesquisa.

5-) Localização

Para facilitar a busca por vagas em determinadas regiões, o LinkedIn apostou em uma ferramenta baseada em localização. Assim, os usuários que estão em busca de emprego conseguem verificar a localização e o tempo de deslocamento para algumas empresas específicas. Tal atitude ajuda na hora de decidir se eles gostariam ou não de trabalhar no local.

LinkedIn: saiba aproveitar todas as funcionalidades do app.

Pelo app do LinkedIn, é possível buscar empregos a partir da sua localização.

Segundo uma pesquisa feita pela própria rede social, cerca de 85% das pessoas aceitariam receber um salário menor se o tempo de deslocamento para o trabalho fosse menor.

A função, que se chama “Your Commute” (“Seu Trajeto”, em tradução livre), fornece os dados de localização para todas as empresas que informaram o endereço ao LinkedIn.

6-) Indicação de vagas

Sabe aquele famoso “Q.I.”, ou melhor, “quem indica”? Essa função existe no LinkedIn! Segundo a rede social, para 50% dos recrutadores as referências são a principal fonte de contratação de qualidade. Na hora de buscar um emprego, primeiro as pessoas pensam em alguém que conhecem antes de ir atrás de candidatos.

LinkedIn: saiba aproveitar todas as funcionalidades do app.

Ao identificar uma vaga, o usuário consegue visualizar quem são os conhecidos que trabalham e clicar na opção “Solicitar indicação”. Em seguida, uma janela vai abrir para que ele escreva uma carta pedindo que a indicação seja feita. O usuário do outro lado vai receber uma notificação e um e-mail avisando sobre o pedido.

7-) Avaliação de vendedores

Com base nas informações do perfil e do comportamento do usuário, o LinkedIn gera o “Social Selling Index”. Ou melhor, o “Índice de Vendas Sociais”. Trata-se de um recurso que mede a eficácia da pessoa localizar os contatos certos, interagir de forma qualificada e, consequentemente, estabelecer sua marca profissional.

Além disso, a ferramenta, que é específica para quem trabalha na área de vendas, mostra semanalmente a evolução do usuário. Aliás, ela também compara os resultados com o de outras pessoas de seu setor e de toda a rede de contatos na plataforma.

😎 Usuário apto para a vaga de emprego

Com certeza, uma das dúvidas mais comuns dos candidatos na hora de procurar um emprego é: será que essa vaga, realmente, é feita para mim? Para ajudar nesta questão, recentemente o LinkedIn anunciou a criação do recurso “How You Match” (“O Quanto Você Combina”, em tradução livre), que é uma ferramenta que aparecerá na tela de descrição da vaga comparando as informações do perfil do usuário com o que é pedido pela empresa.

Para que a novidade consiga fazer uma análise bastante precisa, é necessário que os usuários mantenham todas as informações atualizadas na rede social.

Adicionais do LinKedIn

Na aba “Mais” o usuário encontra opções para complementar sua experiência na hora de usar o LinkedIn. Além de gerenciar as “Competências e Especialidades”, é possível dar um upgrade no perfil e até mesmo adicionar novos aplicativos.

A “Central de Ajuda” permite que o usuário tire as dúvidas relacionadas à utilização da rede social. Na opção “Respostas” é possível fazer perguntas e também informar respostas sobre diferentes assuntos.

Em “Notícias” há a possibilidade de escolher assuntos que deseja seguir e receber notícias relacionadas a eles. Além disso, o usuário consegue comentar, salvar e até mesmo compartilhar algumas das mais interessantes.

LinkedIn: saiba aproveitar todas as funcionalidades do app.

O LinkedIn é a rede social mais popular para profissionais.

Gostou das dicas? Então, saiba como conseguir emprego na internet usando o LinkedIn.

Gostou da notícia?

Veja mais sobre
Redes SociaisUtilidades
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email