Google Plus será encerrado em abril por vazamento de informações

Rede social criada para combater o Facebook, Google Plus será desativado para todos os usuários a partir de 2 de abril.

21/02/2019 às 17:00

Você também pensa que o Google é uma espécie de Midas, que transforma em ouro tudo que toca? Errado. Pois mesmo esse gigante da tecnologia, com jeito de infalível e todo poderoso, comete seus erros e lança produtos que não dão certo. Quer ver o exemplo mais recente? O Google Plus – também conhecido como Google+ – será desativado para todos os seus usuários no dia 2 de abril.

Você está pensando: mas o que aconteceu; por que vão fechar o Google Plus? Os motivos, afinal, são dois: o primeiro, e anunciado como causa oficial, foi o vazamento de informações de 52,5 milhões de usuários em novembro de 2018. Durante seis dias, o Google Plus ficou vulnerável e hackers surrupiaram informações como nomes, endereços de e-mail, profissão e idade dos usuários da rede. A falha aconteceu em uma atualização e a segurança da empresa demorou quase uma semana para descobrir o erro. Coisa grave, certamente.

Google Plus anuncia fechamento das portas.

Na página de ajuda do Google Plus, o anúncio do desligamento.

Objetivo não alcançado

Entretanto, o segundo motivo é o mais significativo: o Google Plus simplesmente falhou em sua missão. Em suma, ele foi lançado em 2011 como rede social capaz de combater o Facebook. E nunca chegou nem perto de seu concorrente. Além disso, não só não incomodou o Facebook, como também foi praticamente irrelevante no mercado. Comparativamente, quase ninguém usou o Google Plus como sua rede social preferencial.

Na verdade, o hábito de uso do Facebook já estava tão enraizado nas pessoas que nem o poder do Google foi suficiente para fazê-las mudar de rede. E, contudo, talvez o Google não tenha mesmo vocação para tal tipo de plataforma. Ele já teve o Orkut, que até foi sucesso a partir de seu lançamento em 2004, mas acabou definhando e morrendo em 2014. E outras duas redes sociais que passaram em branco: o Google Buzz, que viveu apenas entre 2010 e 2011, e o Google Friends Connect, lançado em 2008 e descontinuado em 2012.

Atualmente o Google Plus tem cerca de 350 milhões de usuários. Porém, embora o número pareça ser impressionante, ele pouco significa porque o serviço simplesmente não é usado.

Conteúdo do Google Plus sumirá aos poucos

O fechamento do Google+ começa em 2 de abril, todavia demorará alguns meses até ser concluído. Ele consiste, basicamente, no apagamento de todas as contas e dados dos usuários. O conteúdo sumirá aos poucos, nada acontecerá instantaneamente.

E já agora não é mais possível criar novos perfis, páginas, comunidades ou eventos dentro do Google Plus. Para os donos de comunidades, a partir de março, o Google enviará relatórios de atividades. Eles incluirão os nomes dos autores de postagens, todos os conteúdos e fotos.

Se você é usuário do Google Plus mas não tem interesse no que deixou por lá, não precisa fazer nada. Basta esperar que tudo seja apagado. Entretanto, é possível que você queira resgatar alguma coisa, como fotos postadas na rede social. Nesse caso, o Google oferece uma página para o download dessas informações.

É simples baixar seu conteúdo do Google Plus antes de os dados serem apagados.

O Google montou uma página para o download dos dados do Google Plus para quem estiver interessado.

Cópia do que você postou

Você precisa acessar esta página para o download. Nela você encontrará todas as instruções, basta segui-las. É necessário selecionar os arquivos que você quer receber e, depois, o tipo de arquivo (.zip, se for muito grande). Aí é só clicar no botão “Criar arquivo”, que o Google prepara e envia para você pelo Gmail.

Na mesma página, você vai notar que pode solicitar download de cópia de seus dados de todos os outros produtos Google. É o caso do Chrome, Google Drive, Google Fotos, Gmail, Google Maps e muito mais.

É possível baixar todas suas fotos do Google Plus antes de a plataforma ser encerrada.

Google oferece a opção de baixar seus dados de todos programas e aplicativos.

Contudo, você não quer fazer download, nem esperar até abril para sair definitivamente do Google Plus? Não tem problema, isso também é possível. E certamente fácil. Para tanto, basta ir até a página da ajuda do Google. Nela, você deve seguir este link e solicitar a exclusão de seu perfil. Será necessário fazer login com sua senha do Google.

Outros produtos já desativados

O Google+ desaparecerá e parece improvável que vá deixar saudades. Ele simplesmente não fez sucesso e, por isso, não foi bom negócio para a empresa. O Google Plus assim se soma a uma grande lista de produtos Google que também foram lançados, não deram resultados satisfatórios e foram extintos.

Além das redes sociais que já mencionamos, você pode lembrar de vários outros fracassos. Foram cerca de 20 no total. Teve o Google Currents, um agregador de conteúdo de revistas, que durou de 2011 a 2013. Além disso, houve ainda o Google Wave, entre 2009 e 2012, uma estrutura colaborativa para edição online. E também o Google Health, de 2008 a 2012, um centralizador dos dados de saúde do usuário.

Aliás, talvez você lembre do Google Latitude, que funcionou de 2009 a 2013, junto ao Google Maps, e permitia que o usuário oferecesse sua localização aos amigos pelo número de telefone. Ou ainda do Jaiku, uma rede de microbloging similar ao Twitter, ativo entre 2007 e 2012. A rede foi desativada ao ser amplamente superada pelo Twitter.

Picasa, um sucesso que foi fechado

E, quem sabe, você não usou o famosíssimo Picasa, um espaço gratuito para armazenamento de álbuns de fotos? Afinal, ele foi um grande sucesso entre 2006 e 2012, e acabou sendo substituído pelo mais moderno Google Fotos.

Google Plus, assim como Picasa, será desativado.

O Picasa era bom, mas foi substituído pelo Google Fotos.

Certamente, nenhum desses produtos do Google era ruim ou não funcionava. Na verdade, eram úteis e eficientes. Entretanto, ou não caíram no gosto do público ou chegaram ao fim de sua vida útil, num processo similar ao do Google Plus.

Então, quer saber mais sobre o Google? Pois conheça as novidades do Google Maps para 2019. E ainda 20 maneiras para aperfeiçoar suas buscas!

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email