Três cidades no mundo já têm entregas de mercadorias por drones

Conheça o projeto que adota cidades norte-americana, australiana e finlandesa de entregas por drones.

06/05/2020 às 9:00

Com toda a certeza, as entregas por drones aumentaram em todo o planeta. Mas a empresa que está ganhando esse jogo se chama Wing, e é mais um braço da Alphabet, a companhia mãe da Google. Ela sobretudo está apostando nas entregas por drones como algo que muda a vida das pessoas. Para isso escolheu três cidades (dos Estados Unidos, Austrália e Finlândia) para projetos de entregas por drones para todos os habitantes, em um serviço permanente.

É uma história bem curiosa e vale saber como tudo começou, em janeiro deste ano, na cidade de Christianburg, de 22,5 mil habitantes, no estado norte-americano da Virgínia. A pequena Christianburg é a cidade do projeto piloto nos EUA.

O caso de Paul e Susie

Em Christianburg, no início do ano, os paisagistas Paul e Susie Sensmeier, dois aposentados idosos, trabalhavam cortando ervas daninhas no jardim quando pararam e olharam para o céu. Então, eles viram um drone a cerca de 10 metros de altitude lentamente se aproximando do solo.

Em seguida, quando o drone chegou a cinco metros de altitude, o veículo começou a baixar um pacote suavemente em direção ao chão, por meio de uma corda com gancho.

O pacote era uma caixa de 1,5 kg, que chegou suavemente ao solo. Quando isso aconteceu o gancho soltou-se do pacote, e a corda foi recolhida para o drone. E posteriormente esse foi embora, voando a 110 km por hora. Confira uma das entregas por drone da Wing: