Eleições 2018: use o Google para saber tudo sobre os candidatos

Busca do Google ganha novas funcionalidades que facilitam conhecer candidatos e acompanhar as campanhas

10/07/2018 às 17:00

O Google anunciou que dará atenção especial às eleições do Brasil este ano. As votações acontecem em 7/10 (primeiro turno) e 28/10 (segundo turno). O país irá eleger seu novo presidente e, também, governadores, senadores, deputados federais e estaduais. “Queremos conectar os eleitores a informações úteis e confiáveis. O objetivo é prepará-los bem”, escreve Fábio Coelho, presidente do Google Brasil, em artigo no blog da empresa. Confira o que o Google oferece em função das eleições e mantenha-se bem informado!

Informação é fundamental para garantir o voto consciente

Novas ferramentas na busca

Serão adicionadas novas funções na ferramenta de busca. Elas permitirão que você acompanhe as principais datas do calendário eleitoral. Além disso, há a possibilidade de conhecer melhor os candidatos.

Eles poderão, inclusive, postar declarações sobre temas-chave. Assim, o eleitor conhecerá melhor o posicionamento e os ideais de cada um.

Google Trends nas eleições

Nos dias das votações será possível acompanhar os resultados diretamente na busca do Google (como aconteceu recentemente durante os jogos da Seleção Brasileira, em que o Google atualizava as informações em tempo real).

A partir de 16 de agosto, o canal oferecerá site especial no Google Trends, com o comportamento da corrida eleitoral. A fonte para montar os cenários será a própria busca pelos temas feita pelos usuários. A partir desse volume de busca, o site reunirá dados sobre interesse pelos candidatos e partidos, assuntos mais pesquisados e outras consultas relacionadas às eleições. E tudo isso com informações sempre atualizadas.

Página de pesquisa do Google Trends

O Google Trends é uma das mais importantes ferramentas do Google. Basta inserir o termo que você quer pesquisar e receber respostas sobre o interesse que o assunto desperta. Aliás. você escolhe a região e o período de tempo para sua pesquisa. Assim, customiza tudo de acordo com a sua curiosidade.

Nas eleições, pessoas interessadas em votar em bons candidatos poderão ter informações muito relevantes usando o Google Trends.

Painéis especiais sobre candidatos

As informações sobre as eleições serão organizadas da mesma forma que o Google mostra a pesquisa sobre uma cidade, por exemplo. Dessa forma, o buscador do Google apresenta um painel organizado com as principais informações sobre o assunto, à direita da tela.

Perfis de candidatos em nível federal terão painel específico

O recurso do painel será utilizado para pesquisas de nomes de candidatos a nível federal. A ferramenta do Google não se aplicará a candidatos ao cargo de deputado estadual.

Os painéis para os candidatos à presidência da República serão mais completos. Dessa forma, haverá espaço para a exibição de declarações dos candidatos sobre temas-chave. Ainda não foram definidas regras de funcionamento do espaço. No entanto, imagina-se a força que poderá ter na campanha. O certo é que você, pela busca no Google, conhecerá as opiniões dos candidatos à presidência sobre temas importantes. Assim, tomar uma decisão ficará mais fácil.

Primeiro debate pelo YouTube

O Google fez parceria com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para acessar dados dos 7 mil candidatos ao pleito. E fechou acordo com a BandTV para transmitir pelo YouTube o primeiro debate entre os candidatos à presidência. O evento está marcado para 9 de agosto, antes do início oficial da campanha. Aliás, os candidatos ao cargo mais importante da nação já estarão definidos até a data.

Vale a pena conferir as datas e emissoras de todos os debates:

Debates antes do primeiro turno:

9 de agosto – BandTV

17 de agosto – RedeTV!

26 de setembro – SBT (com os seis candidatos melhores colocados na pesquisa Datafolha)

30 de setembro – Record

5 de outubro – Globo (último debate, dois dias antes das eleições).

Debates antes do segundo turno:

11 de outubro – Band

15 de outubro – RedeTV!

17 de outubro – SBT

21 de outubro – Record

26 de outubro – Globo (último debate, dois dias antes da votação final)

Calendário eleitoral

Também é bom conhecer as principais datas do calendário eleitoral. Aliás, marque na agenda e programe-se para acompanhar todas as etapas.

Agenda das eleições já está liberada com todas as datas importantes

Junho e julho

30 de junho: pré-candidatos não podem mais apresentar ou participar de programas de rádio e TV.

5 de julho: dessa forma, pré-candidatos podem começar campanha dentro de seus partidos em busca da indicação.

7 de julho: a partir dessa data governantes não podem mais exonerar servidores públicos, realizar inaugurações ou contratar shows artísticos financiados com dinheiro público.

17 de julho a 23 de agosto: eleitores poderão se habilitar juntamente à Justiça Eleitoral para votar em trânsito.

20 de julho: início das convenções partidárias para escolha de candidatos. Aliás, começa a valer direito de resposta para candidatos contra informações que afetem sua imagem, divulgadas pela mídia.

25 de julho: começa a obrigação dos partidos políticos e candidatos de enviar à Justiça Eleitoral dados de recursos financeiros para financiamento de campanha.

Agosto

5 de agosto: último dia para a realização das convenções partidárias.

15 de agosto: fim do prazo para que partidos e coligações registrem seus candidatos a todos os cargos políticos.

16 de agosto: início das campanhas eleitorais. Dessa forma, partidos e coligações poderão funcionar das 8h às 22h, realizando comícios e usando alto-falantes ou amplificadores de som, nas suas sedes ou em veículos. Começa a valer propaganda na internet, desde que não seja paga.

31 de agosto: início da propaganda eleitoral gratuita na televisão e no rádio.

Setembro

13 de setembro: último dia para que partidos e coligações apresentem prestações parciais de contas à Justiça Eleitoral.

22 de setembro: nenhum candidato poderá ser detido ou preso a partir dessa data, exceto em caso de flagrante delito.

27 de setembro: último dia para que o eleitor tire a segunda via do seu título.

Outubro

2 de outubro: nenhum eleitor pode ser preso a partir dessa data. Exceções: se for flagrado cometendo algum delito, ou em virtude de sentença criminal que o condena por crime inafiançável.

4 de outubro: último dia para a campanha eleitoral gratuita em rádios e sistemas de televisão.

5 de outubro: último dia para propaganda eleitoral paga na imprensa escrita e na cópia de jornais impressos na internet.

7 de outubro: dia das eleições (primeiro-turno).

8 de outubro: a partir das 17h, já começa a propaganda para segundo turno.

12 de outubro: início da propaganda eleitoral gratuita no rádio e televisão.

28 de outubro: dia das eleições (segundo-turno).

Gostou deste artigo? Acha que as ações da Google vão facilitar seus votos? Confira também como detectar fake news em época de eleições.

Gostou da notícia?

Veja mais sobre
EleiçõesUtilidades
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email