Doodle para aprender e ensinar: saiba aproveitar todas as vantagens

A ferramenta do Google ensina de um jeito simples e didático. Que tal conhecer mais sobre os Doodles e aprender a tirar melhor proveito de suas vantagens?

16/07/2018 às 10:36

A chegada de uma nova estação do ano, o Dia dos Pais e o aniversário de grandes nomes da história, como Leonardo Da Vinci e Frida Kahlo, por exemplo. O que todas essas datas têm em comum? Todas elas já apareceram no Doodle, a versão especial do logotipo do Google!

Cativante e cheio de humor, o Doodle aparece na página inicial do buscador e sempre chama a atenção pela alta carga de conteúdo que carrega consigo por trás de simples desenhos personalizados.

Doodle criado para Dia do Professor 2016 (Brasil)

Doodle criado para Dia do Professor 2016 (Brasil)

Mas você sabia que é possível aprender muito com essa simpática ferramenta? Para além da mera celebração de datas, o Doodle traz muito conhecimento agregado. Assim, é possível descobrir muito do mundo com ela.

Totalmente recomendada para crianças, livre de cuidados no que refere a controle parental na internet, o Doodle tem seu próprio repositório. Dessa forma, os pequenos e mesmo os mais crescidinhos podem pesquisar e se aprofundar em seus estudos.

A seguir, falaremos um pouco sobre como é possível se instruir através do Doodle, além da história dessa plataforma e quais foram as suas representações mais memoráveis. Tudo pronto? Vamos lá?

A história do surgimento do Doodle

O Doodle surgiu em 1998, quando o Google ainda nem era o gigante que é hoje. Aliás, a brincadeira foi uma maneira que Larry Page e Sergey Brin, fundadores da marca, encontraram para homenagear o The Burning Man, festival que ocorre todos os anos no deserto de Nevada, nos Estados Unidos.

Bem rústico, o Doodle de número 1 era formado apenas por um bonequinho desenhado atrás do segundo “o”, de Google. Então, a ideia era apenas dar uma impressão mais relaxada para o logotipo. No entanto, acabou pegando e virou uma das marcas registradas do maior buscador do mundo.

O primeiro Doodle, criado para homenagear o The Burning Man.

O primeiro Doodle, criado para homenagear o The Burning Man.

Já nos anos 2000, Page e Brin voltaram com a ideia do Doodle. Aliás, eles pediram para seus desenvolvedores criarem uma homenagem para a Queda da Bastilha, marco da Revolução Francesa. Mais uma vez foi um sucesso e, a partir daí, estabeleceu-se a tradição. Aliás, isso ampliou calendário de datas marcantes abordadas pela ferramenta.

Atualmente, já foram mais de 2 mil Doodles criados e postos no ar, para a alegria e diversão dos usuários do Google.

O Doodle na educação

O Doodle é uma ferramenta incrível de instrução. Além de ensinar de maneira intuitiva, com simples representação artística de tópicos da história mundial, também costuma propor brincadeiras temáticas que estimulam o pensamento e contribuem para despertar o interesse em novos assuntos.

Que um exemplo? O Doodle lançado ano passado para celebrar os 50 anos da LOGO, a primeira linguagem de programação para crianças, é uma ótima pedida.

LOGO sendo homenageado no Doodle!

LOGO sendo homenageado no Doodle!

Desenvolvida em 1967 nos EUA, a LOGO faz uso de linguagem natural e comandos simples para ensinar às crianças os conceitos básicos da programação. No Doodle chamado “Programando por Cenouras” lançado em sua homenagem, as crianças precisam ajudar um coelhinho a colher cenouras. Para isso, é necessário combinar blocos com comandos (como “para frente”, “gire 90º” ou “repita”). Assim, é possível orientar o coelho sobre como cumprir seu objetivo. Não tem como “perder” nesse jogo: você pode tentar até achar a solução, incentivando o aprendizado em detrimento da punição.

Parece um jogo simples. Mas o Doodle da LOGO entrega importantes lições quando mostra que programas de computador nada mais são do que sequências de comando executadas em ordem. Ao descobrir isso, as crianças começam a se familiarizar com o universo da Programação e podem ver se revelar não só uma nova disciplina, mas até uma nova paixão ou profissão futura.

O joguinho do Doodle ainda está disponível e você pode acessá-lo por aqui.

Como saber quando há algo novo?

Vale lembrar que o Google ainda não oferece nenhum tipo de serviço de lembrete de novos Doodles disponíveis. Para não perder nenhum deles, você pode orientar suas crianças a sempre ficarem de olho na página principal do Google. Assim, elas conseguem saber qual é a data histórica do dia e, clicando no Doodle, descobrem mais sobre o tema.

Além disso, que tal colocar uma anotação na sua agenda para dar aquela conferida diária na pagina inicial do Google? Dessa forma, você jamais perderá os novos desenhos lançados pela empresa.

Como acessar todos os Doodles já criados – e sugerir novos!

Os desenvolvedores do Doodle são unânimes em afirmar que o foco da ferramenta é celebrar o que é bom para o mundo, como inovação, tecnologia, criatividade e diversão. Além de datas históricas.

Doodle para o 152º aniversário de Vincent van Gogh, em 2005.

Doodle para o 152º aniversário de Vincent van Gogh, em 2005.

Por conta disso, sugestões de novos Doodles são muito bem-vindos para a equipe! Para colaborar, você pode escrever para o endereço de e-mail proposals@google.com e dar a sua dica.

Para ver TODOS os Doodles já feitos, e eles são milhares, basta acessar o arquivo geral. Nesse site, você pode buscar por temas e datas específicas. E também por país: veja só a página de Doodles feitos especialmente para o Brasil.

Os Doodles mais incríveis já feitos

Lindos e divertidos, os Doodles nos encantam enquanto agregam conhecimento. Aliás, alguns deles são capazes de ficar em nossa memória ao nos ensinar.

O que dizer do Doodle feito para marcar o 122º aniversário de Charlie Chaplin? Arte e história em um único desenho. Em 16 de Abril de 2011, o Google exibiu no lugar de seu logo um divertido vídeo do icônico artista britânico.

O inesperado também é um dos ingredientes principais do Doodle. Dessa forma, podemos confirmar isso com o Doodle animado que comemorou os 78 anos do nascimento de Robert Moog, o pai do sintetizador. Exibida na página principal do Google, a animação reproduzia um sintetizador analógico, como os produzidos por Moog. Interativo, você podia brincar com ele e tocar músicas.

O Doodle em homenagem ao pai do sintetizador.

O Doodle em homenagem ao pai do sintetizador.

No 96º aniversário de Lester William Polsfuss, inventor da guitarra Les Paul, o Doodle se transformou no instrumento. Aliás, a brincadeira convidava os usuários a tocar a Les Paul virtual. Ao passar o mouse nas cordas ou apertar determinadas teclas, era possível tirar algum som.

Tanto no caso do sintetizador de Moog quanto na Les Paul de Polsfuss, era dado ao usuário a opção de gravar suas criações e compartilhá-las no Google+.

O Doodle se transformou em Les Paul por um dia.

O Doodle se transformou em Les Paul por um dia.

É um jeito incrível de aprender! E você, que Doodle mais despertou a sua curiosidade? Aliás, ainda nesse assunto, saiba mais sobre os benefícios da Inteligência Artificial para a educação e continue com a gente para mais novidades!

Gostou da notícia?

Veja mais sobre
EducaçãoUtilidades
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email