Dieta: saiba como o Vale do Silício quer trocá-la por tecnologia

Negócio da dieta está em queda, e empresas de alta tecnologia querem mudar a maneira como cuidamos de nossos corpos.

03/01/2019 às 9:00

Tem novidade radical no Vale do Silício para você manter a forma e a saúde. No ano passado uma startup chamada Viome conseguiu US$ 15 milhões (cerca de R$ 56 milhões) para um produto inusitado.Trata-se de testes fecais domésticos. O quê??? É isso mesmo! Você envia uma pequena amostra fecal e a Viome analisa o material e depois lhe informa seu “perfil molecular único”. A partir daí você regula sua dieta de modo a não só perder peso, como também mantê-lo, é o que mais interessa.

Dieta e tecnologia de mãos dadas.

Kit da Viome: para conhecer seu microbioma.

A Viome usa tecnologia própria e lhe dá a oportunidade de conhecer o microbioma do seu  aparelho digestivo e aperfeiçoá-lo. O microbioma é composto por bactérias, fungos e vírus que vivem em nosso corpo. É tão importante que já vem sendo chamado de “segundo genoma”.

Nada de falar em dieta

A Viome não fala em dieta. Aliás, ela é uma das várias empresas do Vale do Silício, na Califórnia, nos Estados Unidos, o maior pólo tecnológico do mundo, que encoraja as pessoas a pensar diferente sobre nutrição.

Para elas, dieta não deve ser sinônimo de sofrimento e privação, mas uma experiência que otimiza nosso corpo e nossa vida. Aliás, nem a Viome nem as demais empresas de definem como especialistas em dieta. Mas, ainda assim, o peso e as questões de saúde ligadas à nutrição são o carro chefe de seus negócios.

Entretanto, se a Viome aposta no conhecimento do microbioma como o caminho para o peso correto e a saúde, outras companhias pensam diferente. Conheça suas ideias logo abaixo:

23andMe aposta na genética

Uma startup chamada 23andMe trabalha com a genética. Sua proposta: você envia uma amostra de saliva que a empresa analisa seus 23 pares de cromossomos. E aí, a partir de sua genética, de suas origens, inclusive étnicas e geográficas, a 23andMe propõe um programa de alimentação e exercícios completamente exclusivo. Afinal, ninguém tem a mesma combinação genética, certo?

Dieta e tecnologia de mãos dadas.

23andMe revela toda a sua ascendência.

Com a análise, você fica então sabendo os grupos de seus ancestrais que têm combinações de DNA semelhantes. Os resultados são compartilháveis – é possível construir uma espécie de rede social baseada em DNA.

Mudanças no café da manhã

Já uma empresa chamada Bulletproof propõe que você mude a rotina de café da manhã para aumentar seu desempenho no trabalho e diminuir a fome. Mas – de novo – não é dieta, a Bulletproof garante. Mas, certamente, trata-se de uma combinação estranha.

A Bulletproof vende vários tipos de café e, além disso, suplementos, barrinhas, bebidas e – surpreendente! – uma placa vibratória. O conceito é que fazer 15 minutos por dia de vibração na placa complementa seu processo alimentar.

Aliás, já escrevemos bastante aqui no Vivo Tech sobre alimentação. Por isso, aproveite para ler o artigo que fizemos sobre alimentação saudável e consumo consciente.

Plano nutricional único

Existe ainda uma companhia chamada Habit que, também sem dieta, quer definir um plano nutricional específico para você. Como? Por meio de um kit de teste de sangue e saliva, que revela 70 indicadores de seu estado de saúde, incluindo metabolismo e DNA. Então, você recebe orientações para ter uma alimentação para suas necessidades alimentares, que são necessidades só suas. O slogan da empresa: “Nada de bom vem sem um pouco de sangue, suor e DNA”. Criativos no marketing, concorda?

Dieta e tecnologia de mãos dadas.

O slogan da Habit: “Nada de bom vem sem um pouco de sangue, suor e DNA”.

Também estão em alta os keto coquetéis, que até parecem uma dieta semelhante à dos shakes (misturas preparadas em liquidificador). Mas há uma diferença. Afinal, com apenas 5% de carboidratos, a ideia dos keto é provocar uma mudança no metabolismo: com a falta de carboidrato, o fígado vai gerar cetose.

Ops, mas o que é isso? Cetose é, em resumo, o processo de utilizar os depósitos de gordura como forma de produção de energia. Com pouca glicose circulando no sangue, as pessoas sentem menos fome. Nos Estados Unidos, estão em alta esses keto coquetéis, alguns deles incluindo álcool. São coloridos, com frutinhas, ervas, bem atraentes mesmo! Veja algumas receitas de keto nesta página (em inglês).

Jejum intermitente

E tem ainda mais uma moda que já se espalhou pelo mundo: a do jejum intermitente. Eventualmente não é dieta – é jejum. Existem apps para jejum intermitente no mercado. Um dos mais usados é o Body Fast, que você pode baixar para dispositivos com Android.

Dieta e tecnologia de mãos dadas.

App Body Fast: para controle de jejum intermitente.

Já o Zero é o app de jejum intermitente para iPhones e iPads. Tanto o Body Fast quanto o Zero oferecem muitas variedades de jejum, organizam planos individuais enquanto monitoram seu progresso.

No entanto, é fundamental enfatizar que antes de usar esses aplicativos é sempre importante ter um acompanhamento médico. Afinal, o mais importante deve ser sempre a sua saúde!

Para dominar o próprio corpo

O Vale do Silício está assim se colocando como a nova fronteira da saúde e bem-estar. Para isso, as empresas tecnológicas dizem que dieta não é uma questão de vaidade, mas sim de conhecimento e eficiência.

Dieta e tecnologia de mãos dadas.

Então é uma retórica diferente, que pretende mudar a maneira como as pessoas pensam sobre si mesmas. Se os corpos eram idealizados como templo, eles agora passam a ser aparelhos para serem gerenciados e que as pessoas devem dominar.

A ideia, portanto, é melhorar a performance, cuidando de nossos próprios ecossistemas ao invés de simplesmente comer uma salada.

Homens são mais atraídos

O negócio da dieta faturou US$ 66 bilhões (R$ 250 bilhões) em 2017, apesar do número de pessoas em dieta cair 10%. As causas da redução são, em princípio, crescimento do movimento de autoaceitação da imagem e cansaço da dieta.

Para as novas empresas, portanto, aí está a oportunidade. Sua meta é embalar as práticas tradicionais de dieta com a linguagem da tecnologia, e assim garantir o aval do “novo” aos olhos de veteranos na luta para manter ou perder peso. E, além disso, atrair pessoas que nunca antes se interessaram por dieta, mas que são conquistadas por tecnologia.

Dieta e tecnologia de mãos dadas.

Um detalhe interessante: nesse último grupo a maioria é de homens, enquanto a dieta tradicional era um campo quase exclusivamente feminino. Em síntese, os paradigmas mudam. E é por isso que você não pode chamar de dieta o negócio dessas empresas – seus dirigentes considerariam uma ofensa. O que eles querem é se separar de tudo que havia antes em termos de alimentação.

Mas, independentemente das ações do pessoal do Vale do Silício, sempre é possível ter uma vida melhor. E nisso é fundamental ter bom senso e equilíbrio, além de se informar muito bem. Desse modo, leia o artigo 7 aplicativos para criar hábitos melhores de vida.

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email