Confira como está o desenvolvimento dos carros autônomos

Pandemia atrasa o desenvolvimento dos carros autônomos, que anda em ritmo menor do que o previsto

06/07/2020 às 14:00

Já se passaram 16 anos desde que a Darpa (o braço de pesquisas científicas das forças armadas dos EUA) iniciou o desafio de lançamento dos carros autônomos. Entretanto, mesmo após esse período, os veículos ainda não estão prontos para pegar as estradas.

O vídeo gravado na Coreia do Sul, em 1º de junho, mostra os desafios encontrados e explicam os motivos da demora.

 

 

Como podemos ver, o carro Tesla deixado em modo autônomo por seu motorista simplesmente não identificou um caminhão tombado no meio do caminho.

Por isso, o veículo bateu em cheio, sem sequer frear. Ainda bem que não houve feridos.

Com toda a certeza, quando o desafio da Darpa foi lançado, ninguém imaginava que o processo seria tão lento. Os carros autônomos, enfim, necessitam pensar e agir como seres humanos. E isso certamente não é fácil.

Pandemia atrasa carros autônomos

Entretanto, agora com a Covid-19, nunca foi tão desejado o uso de veículos autônomos para entrega de alimento ou remédios. Todavia, o novo coronavírus também diminui e atrasa o ritmo das pesquisas e desenvolvimento.

Aliás, um executivo da General Motors diz que, se o desenvolvimento dos carros autônomos fosse com uma maratona, os competidores estariam agora no quilômetro 24.

Idosos que moram em condomínios fechados na Flórida fazem passeios em carros autônomos
Carros autônomos são realidade em apenas três pólos no mundo, como na Florida, atendendo idosos.

Assim sendo, ainda faltam mais 18 quilômetros para que se tenha um produto realmente pronto para enfrentar todos os desafios das ruas. E a disseminação da Covid-19 adicionou uma enorme ladeira à frente dos concorrentes.

GM e Mercedes sem nova data

A GM, anteriormente, havia anunciado que teria uma frota de carros autônomos funcionando como táxis em São Francisco, Califórnia, neste ano de 2020. Porém, agora, a empresa admite que o projeto não tem mais data para entrar em funcionamento.

Por outro lado, a Mercedes Benz também tinha como meta uma frota de 10 mil carros autônomos como táxi para 2021. Igualmente, o projeto foi adiado sem previsão para sua efetivação.

O caso mais desolador parece ser o da Tesla. A empresa de Elon Musk não conseguiu cumprir sua promessa de ter um milhão de robotáxis nas ruas até o final de 2019. Seu novo prazo passa a ser o final de 2021.

Aliás, 2021 parecia ser um ano de lançamento de veículos por grande número de desenvolvedores e fabricantes de carros autônomos. Contudo, isso foi antes da pandemia, agora o futuro parece mais incerto.

Empresa Waymo puxa a fila

Mas, afinal, quem parece estar à frente nesta maratona? O líder do momento é a Waymo, uma empresa do grupo Alphabet, proprietário do Google. Essa empresa, aliás, já tem 600 carros rodando, além de outros 82 mil em produção.

Imagem do carro Waymo nas ruas dos Estados Unidos.
Waymo é a empresa que mais desenvolve carros autônomos atualmente.

No total, os carros autônomos da Waymo já percorreram mais de 32 milhões de quilômetros sem incidentes sérios. Dessa maneira, a companhia aparentemente está mais de um ano à frente de todos os demais concorrentes. Aliás, já publicamos um artigo sobre a Waymo.

Conforme especialistas do setor, mais de R$ 70 bilhões já foram investidos no desenvolvimento dos carros autônomos. Todo esse dinheiro, entretanto, ainda não conseguiu solucionar os dois problemas principais.

Os desafios

Em primeiro lugar, estão as variações do clima, que atrapalham bastante os computadores controladores dos carros autônomos. Uma chuva repentina, por exemplo, pode desnortear o cérebro dos veículos.

Em segundo lugar, está a questão mais séria, a dos fatores inesperados. Como acontece com motoristas humanos, é então difícil reagir rapidamente quando um ciclista atravessa na frente de carros autônomos. Ou uma criança surge correndo atrás de uma bola.

Em suma, ainda serão necessários muitos anos até que você possa simplesmente colocar a família dentro de um veículo autônomo e dar a ordem para levá-los até sua casa na praia.

Pólos de carros autônomos

Nesse meio tempo, enquanto esperamos, existem pelo menos três pólos, onde os carros autônomos já são realidade.

O primeiro pólo é Phoenix, no estado norte-americano do Arizona, onde os clientes do aplicativo de transporte Lyft podem pedir as minivans da Waymo para as suas viagens. Lá é perfeito porque seu clima é sempre seco, não chove mesmo.

Por outro lado, o segundo pólo é o estado do Texas. Lá, as compras feitas online nos supermercados da rede Kroger, que é a maior dos Estados Unidos, são entregues nas casas dos consumidores por veículos autônomos da fabricante Nuro.

Gif de um veículo autônomo da Nuro.
GIF mostra versatilidade de um dos carros autônomos da Nuro, só para entregas.

Os carros autônomos da Nuro são específicos para as entregas de produtos, não para passageiros. E, em síntese, funcionam muito bem.

Para os idosos da Flórida

Por fim, o terceiro pólo é compreendido por algumas das maiores comunidades para idosos no estado norte-americano da Flórida, escolhido por milhões de pessoas para seus tempos de aposentadoria.

Os idosos podem ser transportados pelos condomínios residenciais por veículos autônomos de uma empresa chamada Voyage. Ela detém, desse modo, uma tecnologia de ponta, com funcionamento sem problemas nos ambientes fechados dos condomínios.

Imagem do carro Voyage nas ruas da Flórida.
Carros da Voyage operam em condomínios fechados na Flórida.

A Voyage, contudo, não fabrica seus carros autônomos. Da mesma maneira que a Waymo, ela simplesmente desenvolve sua tecnologia de condução autônoma e a instala nas minivans Chrysler Pacifica.

Quem está na briga

Mas tanto Nuro quanto Voyage não são consideradas concorrentes de peso. Então, quem persegue a Waymo na competição?

  • A GM, por meio de sua subsidiária Cruise;
  • A Ford, que usa a marca Argo;
  • A Aurora, fundada por ex-funcionários da Waymo;
  • A Aptiv, que já foi parte da GM com o nome Delphi.

Da mesma forma, são competidores importantes, embora um pouco mais atrasados no desenvolvimento, a chinesa Baidu, as alemãs BMW e Mercedes Benz, e a japonesa Toyota.

Imagem de carros autônomos da chinesa Baidu.
Um dos modelos de carros autônomos em desenvolvimento pela chinesa Baidu .

Não antes de 2025

Todavia, esses projetos são para carros que ainda contam com um motorista humano para casos de emergência. Então, quando teremos carros autônomos sem motorista? Não antes de 2025, dizem os especialistas.

O desenvolvimento tecnológico de veículos e seu uso são temas constantes no Vivo Guru Blog. Leia então este outro artigo sobre carros sem motorista. Igualmente, já escrevemos sobre carros que estacionam sozinhos e sobre o sistema diferente de carros por assinatura.

Gostou da notícia?

Veja mais sobre
TecnologiaUtilidades
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email