Controle parental: dispositivos ajudam a cuidar de crianças

Recursos de restrição estão inclusos em diversos tipos de softwares.

29/01/2018 às 11:28

Até que ponto a tecnologia ultrapassa limites no processo de educação e cuidado de uma criança? Na quarta temporada de Black Mirror, o tema controle parental norteia o segundo capítulo da série, Arkangel.

O roteiro sugere o que é controle parental trazendo cenas impactantes diretamente associadas aos recursos de restrição. Que, atualmente, são incluídos nos softwares de televisores, videogames, sistemas operacionais e aplicativos. Após passar por situação de risco, a mãe de Sara autoriza a colocação de um chip na filha para enxergar tudo o que for visto pela garota.

Agora, na série em questão, a perspectiva abordada traz uma ótica de invasão de privacidade. A mãe até deixa de seguir os passos da filha por um tempo. Mas retorna a usar o aparelho, e a partir de então a problemática vem a tona.

Claro que a ficção super dimensiona o tema controle parental, trazendo a pior versão da história, de forma a gerar o debate. Entretanto, não se pode negar que a tecnologia, quando usada com prudência, torna-se uma grande aliada dos pais.

Levando em consideração o quanto as crianças estão conectadas, dispositivos de controle parental ganham espaço. Conheça algumas das opções disponíveis e use com consciência.

Aplicativos

Existem dois apps bem famosos de controle parental disponíveis em português. São eles, o FamilyTime e o Qustodio. Ambos tem uma infinidade de recursos e estão disponíveis para Android e iOS. Você pode monitorar o tempo de jogos e redes sociais, definir horários e até rastrear a localização das crianças.

Apple

Recentemente, a Apple anunciou funcionalidades de controle parental bem mais rígidas. Os detalhes sobre os recursos planejados ainda não foram divulgados. De qualquer forma, os aparelhos da maçã já são bem seguros. Nas “Configurações” dos iPhone, iPad ou iPod Touch há uma seção que permite restringir o acesso a sites. Além de monitorar compras, instalar ou excluir aplicativos.

Google Play

Quando você ativa o controle parental do Google Play, consegue restringir qual conteúdo pode ser transferido por download ou comprado no app, conforme o nível de maturidade das crianças.

Nintendo Switch

A função de controle parental da Nintendo, chamada de Nintendo Switch, nada mais é do que um aplicativo gratuito para dispositivos móveis com o objetivo de controlar o que as crianças jogam e de que forma.

Através do app, você pode estipular limites de tempo de jogo diários. Ainda existe uma função para saber quando os filhos excedem esses limites, e assim colocar o console para dormir remotamente. Além disso, também existe uma opção de relatórios que informam o que os seus filhos andam jogando e quantas horas gastam em cada game.

YouTube Kids

Com muitos vídeos divertidos e educativos adequados para crianças, o aplicativo YouTube Kids já faz uma seleção de conteúdo de acordo com a faixa etária. Além disso, o app também oferece outros recursos de controle parental.

Entre as funções, um temporizador para limitar o número de horas em que a criança pode ficar assistindo a programação do canal e a possibilidade de consultar relatórios bem completos sobre o conteúdo assistido.

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email