Conheça o iPhone SE: aparelho moderno com visual vintage

iPhone SE é versão compacta e simplificada da série 11, com bom hardware e a última versão do iOS

25/05/2020 às 9:00

Enfim chegou ao mercado o tão esperado iPhone SE, da Apple. O “SE” significa Special Edition e, dessa maneira, substitui a edição anterior, de 2016. O atual é, sobretudo, uma espécie de simbiose entre o velho e o novo. De fato, tem a forma e o tamanho dos modelos do iPhone 5, porém com algumas configurações do software líder dos iPhones mais recente: o 11, o 11 Pro e o 11 Max.

iPhone SE tem tela pequena

O SE de quatro anos atrás possuía uma tela de quatro polegadas. Por sua vez, o novo tem tela de 4,7 polegadas, portanto ainda pequena para os padrões atuais. Mas isso significa um celular leve, que cabe em qualquer bolso e fica confortável mesmo nas menores mãos. Hoje, o iPhone SE é o menor smartphone da Apple no mercado.

Imagem do iPhone SE em cima de uma mesa.
O visual do iPhone SE é bem vintage.

O design do iPhone SE também pode ser considerado vintage – isso é, ele reproduz o iPhone 8, com botão na frente. Eventualmente, o conceito havia sido abandonado nos iPhones XR e XS, de 2018, que chegaram com notch (uma espécie de entalhe na tela), sem botão e tela cobrindo toda a frente. O botão, entretanto, agrada muita gente, porque ele é icônico como símbolo dos iPhones.

Leve e com dimensões reduzidas

Com apenas 147 gramas, o aparelho é muito leve. E, similarmente, suas dimensões são reduzidas: apenas 138 milímetros de comprimento, por 67 milímetros de largura, e uma espessura mínima, de 7,3 milímetros.

Contudo, em tecnologia, ele praticamente se equipara aos iPhones mais recentes da série 11. Desse modo, o iPhone SE é muito superior, não podendo ser comparado ao velho SE.

A tela é muito mais luminosa e com maior definição. Além disso, resiste à água e aguenta mergulhos em profundidade de até um metro, durante 30 minutos.

Imagem do iPhone SE demostrando a espessura fina dele.
O iPhone SE tem espessura de apenas 7,3 milímetros.

Processador mais moderno

O processador é de ponta: o mesmo A13 Bionic dos iPhones grandes lançados em 2019. Só para exemplificar, a memória é gigantesca, nada menos que 64 (no modelo de entrada), chegando a 256 GB, suficiente para muitos vídeos e dezenas de milhares de músicas.

E suma, o processador do iPhone SE é 2,4 vezes mais rápido que o da geração anterior. E a unidade de processamento gráfico, ainda quatro vezes mais rápida. Aliás, a operação é rapidíssima, graças não só ao processador como também a uma memória RAM de 3 GB, o que é muito para um iPhone, que não usa muito RAM.

Boa bateria, de 1,821 mAh

A tela utiliza a tecnologia LCD IPS, que oferece muito brilho. A resolução é alta, de 1.334 x 750 pixels.

E a bateria? Ela é de 1,821 mAh no novo iPhone SE, o que, segundo a Apple, garante duas horas e 30 minutos a mais de conversação, em relação ao modelo antigo.

De qualquer maneira, ela deve garantir mais de um dia de uso. Além disso, a bateria suporta carregamento rápido e sem fio.

Fotos em HDR e vídeos em 4K

As câmeras mostram, de maneira clara a evolução do iPhone SE 2020 em relação ao modelo de 2016. Embora ambos aparelhos tenham câmera traseira de 12 MP (e, acreditem, isso chega para garantir grandes fotos em um iPhone), os avanços tecnológicos de quatro anos fazem imensa diferença.

A nova câmera tem, portanto, abertura de diafragma de f1.8, muito maior que a do modelo anterior. Além disso, apresenta recursos de pós-processamento, estabilização ótica e ainda a possibilidade de um efeito de desfocar fundo. A câmera frontal, de selfies, era de 7 megapixels na versão anterior e, agora, tem 12 megapixels.

Inegavelmente ninguém vai se queixar das câmeras do iPhone SE. Ambas possibilitam fotos em HDR, enquanto a câmera traseira faz vídeos em 4K. Entretanto, as câmeras da geração 11 são ainda mais avançadas.

Imagem comparativa entre os iPhones.
Compare as câmeras do iPhone SE com as câmeras dos iPhones da série 11

O iPhone SE e a geração 11

Tanto o Bluetooth 5.0, quanto o Wi-Fi com tecnologia MIMO, do iPhone SE são de ponta, os melhores do mercado. E ele ainda oferece algo surpreendente para um iPhone: a possibilidade de um chip extra. Isso pode assim ser feito por meio de um eSIM, que dispensa o chip físico.

Mas será que o iPhone SE é páreo para os iPhones 11, 11 Pro e 11 Max? Não exatamente. Inegavelmente, a série 11 tem algumas características superiores, como tela maior e mais resolução. Além de lentes mais potentes, como grande angular e teleobjetiva. Fãs incondicionais dos iPhones vão eventualmente desejar os modelos maiores. Confira em detalhes as diferenças entre os três modelos de iPhone 11.

O charme do botão

Mas obviamente o iPhone SE oferece uma verdadeira experiência Apple. Ele é, por certo, um aparelho excelente.

Sem dúvida, oferece um ótimo hardware e a versão do iOS é a mais recente. O visual antigo, com o charmoso botão, as dimensões e tela menores, tem condições de ser atraente para muitos usuários.

Preço é principal atrativo

Possivelmente, o valor de compra seja o maior atrativo do iPhone SE. Afinal, ele custa bem menos que um iPhone 11, o que pode pesar bastante na hora da escolha.

E, então, gostou de saber das características do iPhone SE? Aproveite e leia sobre animojis, as animações para brincar nos iPhones. Aproveite também para ler um texto que mostra as diferenças entre Airpods e Nanopods.

Veja mais sobre
Tecnologiatelefonia móvel
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email