Facilite sua vida: saiba como baixar fotos do Pinterest mais rápido

Nova tecnologia PWA permite que você use o Pinterest em seu celular, sem precisar do aplicativo.

22/08/2018 às 17:00

Você curte o Pinterest? Então, saiba que ele mudou para usuários de dispositivos móveis. O motivo? Ser mais acessível e prático para usuários de fora dos Estados Unidos. E para isso, o app para celulares não é mais indispensável.

Como a grande maioria das redes sociais, o Pinterest nasceu nos EUA, portanto com foco no usuário de lá. Mas cresceu, se espalhou pelo mundo. E encontrou usuários com interesses e realidades diferentes. Agora, três em cada quatro novas contas são de fora do solo norte-americano. Ou seja, a maioria dos usuários são de outros países. E por isso, a plataforma viu a necessidade de ficar mais acessível globalmente.

Entre pelo navegador

Pinterest web no celular.

Não é mais preciso ter o app para acessar o Pinterest pelo celular.

Se você tem o app do Pinterest para celular, nada mudou. É só continuar utilizando-o. A mudança vai na direção oposta: você não precisa mais do app para entrar no Pinterest a partir de seu smartphone. Agora, as mesmas funcionalidades do app são obtidas no site do Pinterest pelo celular.

É muito simples:

  • Em primeiro lugar, tecle https://br.pinterest.com/ na barra de endereços do seu navegador no celular;
  • Depois, faça login com seu Facebook ou e-mail;
  • Finalmente, o Pinterest está pronto para uso.

Essa ferramenta é um misto de site e app, com uma tecnologia chamada Progressive Web App (PWA), ou Aplicativo Progressivo na Web. Mostramos logo abaixo como o PWA funciona.

PWA: consumo de internet baixo

A ideia é um sucesso, com o PWA se transformando na principal fonte de novos cadastros do Pinterest. A tecnologia foi desenvolvida e lançada pelo Google, mas funciona com qualquer navegador para dispositivos móveis.

Na prática, o PWA transforma o uso do Pinterest em algo mais rápido e fácil para usuários sem internet rápida. E, consequentemente, enfrentam dificuldades para baixar e instalar aplicativos. Com o PWA, o consumo de internet é baixo, bem como o de memória do telefone. Ou seja, mesmo pessoas com aparelhos de memória pequena e planos de dados limitados podem usar o Pinterest, pelo site.

Pinterest no celular.

O Pinterest PWA tem as mesmas funcionalidades do app.

Isso vale para todo o mundo, incluindo o Brasil. As páginas criadas têm exatamente a mesma cara do Pinterest que você abre pelo aplicativo. E os recursos são também similares aos do app oficial. Veja o que o PWA permite:

  • Adicionar ícone na tela inicial;
  • Fazer notificações em push (aquelas notificações de apps que aparecem na tela do celular);
  • Navegar e carregar páginas mesmo sem conexão;
  • Usar suporte para idiomas lidos da direita para a esquerda (árabe, hebraico, ídiche, entre outros);
  • Utilizar o modo Noturno, com mudança na iluminação da tela.  

O bom da possibilidade oferecida pelo PWA é que você pode usar o Pinterest sem se preocupar com a sua quantidade de dados. Aqui no Vivo Tech estamos sempre atentos ao que acontece nas ferramentas de acesso às redes sociais de fotos. Então, aproveite para saber sobre o Instagram Lite, descobrir quem deu print nos seus posts  ou ainda das novidades no Google Fotos.

Um grande sucesso

De acordo com o Pinterest, desde que a versão PWA foi lançada, na metade de 2017, o número de visitas à rede social via smartphones aumentou 156%. Somente aqui no Brasil o número de usuários ativos, por semana, aumentou 150% no período. 

Sucesso do Pinterest PWA.

No mesmo período,  o engajamento do usuário cresceu de forma impressionante. O tempo por sessão no Pinterest com acesso via PWA quase triplicou. O crescimento chegou a 296%.

Ainda segundo o Pinterest, hoje mais de 1 milhão de pessoas usam o PWA para acessar a rede social pelo celular. E esse número cresce continuamente. 

No entanto, é importante esclarecer que esses números são apenas do período de testes, que durou cerca de um ano. A ferramenta foi liberada mundialmente apenas no segundo semestre de 2018.

Como funciona o Pinterest?

OK, você pode nunca ter utilizado o Pinterest e nem saber o que é. É uma rede social para compartilhamento de fotos e vídeos em murais, de acordo com os gostos de cada usuário. Os murais funcionam como paredes virtuais onde cada pessoa pode pendurar aquilo que mais lhe interessa. O Pinterest tem visual agradável, é descomplicado e é possível sincronizá-lo com Facebook e Twitter.

Veja como funciona:

  • Depois que você cria sua conta, pelo site ou app, defina seus principais interesses;
  • Moda, culinária, tecnologia, viagens, cabelos curtos, óculos, pesca, receitas de doces automóveis da década de 1920. Literalmente o assunto que você desejar e, se quiser, de um jeito bem específico mesmo!
  • O Pinterest localiza perfis com preferências semelhantes às suas;
  • Aí é só seguir as paredes virtuais de quem você quiser;
  • Ao mesmo tempo, compartilhe as suas fotos e vídeos dentro dos temas selecionados. A ideia básica é criar múltiplos grupos de pessoas com interesses semelhantes.

Como salvar fotos no Pinterest?

Como salvar foto no Pinterest.

Basta segurar foto e depois clicar em salvar imagem.

Durante a sua navegação na rede social, se você ver alguma foto que queira fazer o download, basta clicar na foto. Depois, com a foto aberta, segure-a com o dedo por alguns segundos. Vai aparecer algumas opções de comandos. Selecione “salvar imagem”. Pronto, ela vai diretamente para as suas fotos.  Simples assim.

Também é possível compartilhar as imagens com algum amigo, por exemplo. Para isso, você clica na imagem e depois  no botão “compartilhar” localizado na parte superior do lado direito. Dá para compartilhar pelo Messenger, WhatsApp, Facebook ou Twitter. Tudo bem fácil e rápido.

Alfinetes e cortiça virtuais

Pinterest PWA.

Mesmo endereço de web pode ser acessado, agora pelo celular.

A rede foi criada em 2009 e lançada em março de 2010. Entretanto, começou bem devagar. Os primeiros 5 mil usuários foram inscritos pessoalmente pelo criador do Pinterest, Ben Silbermann. Para criar vínculo que estimulasse esses usuários, Silbermann passou a muitos deles seu próprio número de celular para eventuais dúvidas.

O Pinterest nunca foi comprado por um dos grandes (Facebook ou Google) e até hoje é de Silbermann e associados. Segundo o fundador, a ideia reproduz o hábito de colocar fotos nas paredes, presas por alfinetes em painéis de cortiça.  E daí veio até o nome da rede social: Pin (alfinete) + interest (interesse). Você prega no mural virtual imagens das coisas que lhe interessam e as compartilha com semelhantes. Realmente simpático!

Em notebooks, desktops e tablets, o Pinterest é muito acessado pelo site. E agora também pelos celulares, no mesmo endereço.

Entretanto, para os dispositivos móveis sempre há a possibilidade de continuar usando o app, sem problema. Se você quiser instalá-lo, é só baixar em Android ou iOS.

Quer saber de outra novidade? Uma especial para deixá-lo mais relaxado? Então, leia o texto Google adiciona exercício de respiração nos resultados de buscas.

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email