Chip para unir homem e Inteligência Artificial: confira a última de Musk

O bilionário Elon Musk desenvolve chip para conectar cérebro e computador, criando seres humanos com inteligência superior.

13/11/2019 às 9:00

Elon Musk, o bilionário futurista que criou a Tesla (carros elétricos semiautônomos) e a Space X (foguetes para, no futuro, colonizar a Lua e Marte), agora também brinca com um chip. Mas não um chip comum: por meio dele, Musk quer conectar o cérebro humano diretamente a um computador.

Em resumo, seu projeto é criar uma simbiose entre o cérebro e a Inteligência Artificial (IA). E, embora isso pareça ficção científica, o primeiro chip, de acordo com ele, poderá ser implantado já em 2020.

Chip implantado em macaco

Entretanto, chegar ao chip definitivo para essa simbiose ainda pode levar um longo tempo. É o que o próprio Musk admitiu em palestra realizada na Academia de Ciências de São Francisco, Califórnia.

Chip no cérebro humano possibilitaria conexão com inteligência artificial
Projeto de Elon Musk quer implantar um chip no cérebro e conectá-lo a um computador.

O principal obstáculo seria a aprovação do governo norte-americano para fazer o implante do chip em uma pessoa. Inegavelmente há muitas questões envolvidas, em especial de natureza ética. Porém, testes já estão sendo feitos com animais e Musk informou que um macaco com o chip implantado foi capaz de se comunicar com um computador.

Corrida contra a Inteligência Artificial

A empresa que produz o chip se chama Neuralink e foi fundada por Musk, em 2016, para criar interfaces entre humanos e computadores. A primeira interface teria como objetivo aliviar sintomas de doenças crônicas, como Mal de Parkinson.

No entanto, suas metas vão bem além, até porque Musk acredita que seu chip poderá mitigar o que ele mais teme. Seu medo é de que o rápido avanço da Inteligência Artificial possa sobretudo suplantar a humanidade e deixá-la para trás.

O próprio Musk reafirmou que distúrbios cerebrais podem ser solucionados com um chip. Por outro lado, o chip aumentaria a capacidade de nosso próprio cérebro. E, em especial, um futuro bem-alinhado à evolução da IA. O empresário teme a supremacia da Inteligência Artificial até em um cenário benigno. E, obviamente, muito mais em um cenário em que a IA não se submeta aos humanos.

Incisão de apenas dois milímetros

Implante de chip no cérebro para unir o homem
Implante de chip no cérebro para unir o homem e a IA.

Portanto, o chip teria como meta “garantir o futuro da humanidade como civilização com capacidade similar à da Inteligência Artificial”. E criaria uma superinteligência.

A fusão do cérebro do homem com a IA de um computador seria cirurgicamente simples. Uma incisão de dois milímetros promoveria “uma espécie de simbiose” entre o humano e o artificial.

Tecnicamente, o principal desafio seria alcançar a largura da banda necessária para tal conexão, certamente muito maior que as bandas usadas hoje nas conexões Wi-Fi. “Com uma largura de banda correta, acredito que possamos fundir o cérebro com a Inteligência Artificial”, avalia Musk.

Entretanto, como tornar isso razoável e acessível? De acordo com o bilionário, a infraestrutura necessária seria muito simples. “Para as pessoas, seria como um empréstimo a ser pago com a superinteligência que irão adquirir. Acho que é uma aposta garantida”, explica ele.

Conhecimento sobre-humano

Elon Musk imagina até a fim da morte com seu chip.
Elon Musk imagina até a fim da morte com seu chip.

O empreendedor tem, portanto, tanto medo da supremacia da IA que seu projeto se baseia no conceito de “se não puder derrotá-la, junte-se a ela”. Ele concorda que a largura de banda necessária ainda é um problema, mas que sua interface com o chip é obrigatória: “afinal, você não poderia se comunicar com um computador usando os dedos, é muito lento”.

Seu chip permitiria, na visão de Musk, que todos que assim o desejassem passariam a ter conhecimento sobre-humano. Aliás, um sonho que vai ainda mais longe: “Chegaremos a um ponto em que as pessoas poderão simplesmente carregar a si mesmas em uma nova unidade, quando morrerem”.

Paralelamente, já existe quem preveja que, daqui a 15 anos, os implantes de chip no cérebro serão tão populares quanto o celular. Assim, as visões de Musk criam expectativas – como a viagem para Marte e o carro elétrico à prova de erros – e atraem inclusive investidores ávidos por participar. No primeiro semestre de 2019, Musk conseguiu levantar US$ 39 milhões (R$ 156 milhões) para a Neuralink, dinheiro vindo de sete investidores.

Criativo e polêmico

Musk nasceu na África do Sul, mas mora nos Estados Unidos, tem 48 anos e é um dos personagens mais controversos deste século. É a 40ª pessoa mais rica do mundo, criou a PayPal (gigante do setor de pagamentos digitais) e depois a vendeu.

Então fundou a Tesla, focada em carros elétricos autônomos, mas parece estar sempre em dificuldades, e a Space X. Essa última, aliás, vai bem melhor. Por exemplo, a empresa Space X desenvolveu o foguete que pousa na volta à Terra e pode ser reutilizado. E deve lançar seus primeiros voos comerciais ainda em 2021, com o propósito de ir à Marte e à Lua.

“A empresa entediante”

Da mesma forma é criação de Musk uma empresa chamada The Boring Co. (algo como A empresa entediante), que está desenvolvendo o chamado hyperloop. Trata-se de um sistema de transporte subterrâneo, dentro de um tubo pressurizado com ar em baixa pressão, que na teoria pode alcançar velocidades de 1.200 quilômetros por hora. Veja uma animação sobre o hyperloop:

Já foram feitos testes com velocidades bem menores e o sistema parece funcionar bem. De acordo com Musk, essa seria uma enorme revolução nos transportes. Ou seja, tudo subterrâneo, muito rápido e com passagens a custos baixos.

Mesmo controverso, Elon Musk é uma figura impressionante no mundo da tecnologia digital. Leia sobre outro de seus projetos, o de transformar pensamento em texto.

E já que falamos em chip, aproveite para saber como um chip funciona com ar e garante internet de todas as coisas.

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email