Descubra o que já se sabe sobre o celular dobrável da Samsung

Empresa mostrou celular dobrável para desenvolvedores, mas pouco se sabe ainda sobre suas características técnicas.

19/11/2018 às 14:00

A Samsung revelou detalhes de seu celular dobrável, sobre o qual se especula há anos. Isso aconteceu em sua conferência para desenvolvedores, no início de novembro, em São Francisco (EUA).

Porém, não foi uma apresentação completa, ainda há muito a saber sobre o aparelho. Em todo caso, de acordo com especialistas, tudo parece estar avançando rapidamente. Tanto que a fabricante coreana pediu aos desenvolvedores para criarem versões de seus apps para o produto.

Em primeiro lugar é importante salientar o conceito por trás do celular dobrável. Trata-se, em suma, de nova tecnologia de tela, dobrável e duradoura, chamada de infinity flex display – ou tela flexível infinita.

Aliás, seu desenvolvimento envolveu a criação de novos materiais. De acordo com a Samsung, a tecnologia será a responsável por “uma experiência inédita para os usuários”, que receberão uma tela bem maior e com total flexibilidade.

Veja as novidades sobre o celular dobrável da Samsung.

Tela infinity flex display será o diferencial do celular dobrável.

Dessa forma, o celular dobrável promete permitir aos consumidores a execução de tarefas mais complexas, no mesmo nível de tablets ou notebooks. Entretanto, em um dispositivo compacto como o de todo celular.

Ainda assim, toda essa inovação precisa de apoio fundamental do Google e seu sistema Android. Certamente, tal apoio já existe.

“É um conceito empolgante e esperamos ver produtos dobráveis de vários fabricantes de dispositivos Android”, disse Dave Burke, vice-presidente de engenharia para Android, durante conferência de imprensa do Google após o anúncio da Samsung. E complementou: “De fato, já estamos trabalhando em um novo dispositivo que será lançado no início de 2019”.

Ainda um mistério

O celular dobrável deverá se chamar Galaxy F e terá custo superior, compatível com a tecnologia oferecida. Seu preço poderá ser maior que o do iPhone XS Max, que no Brasil chega ao mercado por mais de R$ 6 mil.

Deverá custar, na Coreia, US$ 1.770 (R$ 6.637,00). E aqui teríamos acréscimos por taxas e impostos. Até por causa do preço elevado, a Samsung espera vendas modestas – cerca de 1 milhão de aparelhos no primeiro ano.

GIF do pouco que foi mostrado do celular dobrável pela Samsung

A Samsung pouco mostrou do novo modelo, mantendo o mistério no ar. Só havia um protótipo, exibido num palco à distância. Em princípio, nada se sabe ainda sobre processador, memória RAM, memória para armazenamento e suas funcionalidades.

Tudo que foi informado é que o celular dobrável terá uma tela principal com 7,3 polegadas, com resolução 2.152 x 1.536 pixels e densidade de 420 ppi. Enquanto isso, a tela frontal (secundária) terá 4,6 polegadas, com resolução de 1.960 x 840 pixels e a mesma densidade de 420 ppi.

Quer saber quais são os melhores celulares de 2018? Clique aqui!

Veja as novidades sobre o celular dobrável da Samsung.

Samsung revelou detalhes de seu celular dobrável, em sua conferência para desenvolvedores.

O funcionamento será assim: você liga o telefone, com ele fechado, e tem acesso à tela secundária, na frente do aparelho. Como um celular normal. No instante em que abrir o celular dobrável, a tela principal se ilumina e assume o que estava sendo exibida na tela da frente.

Essa transição de uma tela para outra precisa ser perfeita e instantânea. E é por tal razão que o Google já tenta adaptar o Android para o novo e complexo trabalho. A tela principal, com suas 7,3 polegadas, é maior que a de vários tablets.

E quando ele chega às lojas?

De acordo com a imprensa coreana, o lançamento do Galaxy F será em fevereiro de 2019, durante a feira MWC (Mobile World Congress), que acontece em Barcelona, na Espanha. E sua comercialização, afinal, feita a partir de março, com início das vendas na Coreia, Estados Unidos e Europa.

Entretanto, como a Samsung até agora mostrou pouco, um artista que usa o nome de Concept Creator (Criador de Conceitos) desenvolveu uma visão artística do que poderia ser a forma do celular dobrável. É um conceito bonito, mostrando um dobrável com molduras bem finas. Pela imagem, ele chega a ser parecido com um iPad, evidenciando sua vocação para tablet.

Veja as novidades sobre o celular dobrável da Samsung.

Visão artística do celular dobrável Samsung: parecido com um iPad.

FlexPai: China tem outro celular dobrável

Contudo, o celular dobrável é o futuro da telefonia móvel, juntando um smartphone ao leque de possibilidades oferecidas por um tablet? É bem possível. Até porque outras fabricantes também desenvolvem produtos nessa linha. Então, o Galaxy F será o verdadeiro divisor de águas, testando a receptividade do público e a aceitação do custo/benefício proposto.

No entanto, a Samsung não será a pioneira. Uma companhia chinesa chamada Royole já lançou o seu celular dobrável. Ele se chama FlexPai e se assemelha a uma carteira de dinheiro, com uma tela de 7,8 polegadas.Tem funções de tablet e apenas uma tela, que se expande quando o celular dobrável é aberto. Ele estará no mercado chinês em dezembro de 2018, por um preço equivalente a cerca de R$ 5 mil.

Veja as novidades sobre o celular dobrável da Samsung.

Primeiro dobrável do mundo, o chinês FlexPai, da Royole, será lançado em dezembro.

Ele parece ser bem espesso e um pouco estranho. Aliás, é visível que o celular dobrável é composto por duas partes unidas pela tela flexível. Além disso, quem o testou informa que o funcionamento é irregular, com vários pequenos problemas típicos de uma primeira geração.

Há a expectativa de que o modelo da Samsung seja superior. Portanto, pontos decisivos para a aceitação do celular dobrável são a qualidade da imagem e a durabilidade de Infinity Flex Display.

Também a volta do flip

Entretanto, a Samsung não trabalha só com a perspectiva da tela dobrável. Ela lançou, para o mercado chinês, um celular com duas telas e que é operado como um flip – o “abre e fecha” que foi comum em celulares antigos.

De acordo com a mídia coreana ele se chama Samsung W2019 e mantém a ficha técnica avançada do Samsung Galaxy S9 Plus. Enfim, um produto de ponta, com processador Snapdragon 845, memória RAM de 6GB e câmera dupla com abertura variável

Veja as novidades sobre o celular dobrável da Samsung.

Samsung W2019: abre e fecha, duas telas, estilo retrô e preço salgado na China.

No Samsung W2019, a tela interna assume várias funções, como um teclado físico de teclas alfa numéricas. Tudo bem retrô, num clima de celulares pré-smartphones. E sem nenhuma relação com o conceito do celular dobrável, apenas outra tendência. Caríssima, aliás: o W2019 custa mais de R$10 mil na China.

Ah, lembrar sempre é bom! Nós já escrevemos previamente sobre o celular dobrável da Samsung. Portanto, veja o que se sabia e o que mudou desde a época deste artigo: Celular dobrável pode voltar! Modelo da Samsung está em fase de testes.

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email