Caixa de som potente será que vale a pena pagar caro?

Devialet Phantom Reactor é uma caixa de som potente e sofisticada. Mas não é perfeita e tem valor elevado no Brasil.

18/12/2019 às 9:00

Sabe qual é a joia dos alto-falantes, a caixa de som potente mais fantástica? É a Devialet Phantom Reactor, que custa aproximadamente US$ 2 mil (cerca de R$ 8,4 mil)! Entretanto, agora a fabricante lançou uma versão menor, chamada Phantom Reactor pelo valor de R$ 4,1 mil (a versão 600 watts) e R$ 5,3 mil (900 watts). A Reactor é menor que uma bola de futebol, mas faz mais barulho que sistemas de home theater sofisticados.

Caixa de som potente

Dessa maneira, se você quer impressionar os amigos com música em alto volume, essa é uma boa opção. Mas será que o investimento compensa?

O modelo de 900 Watts da caixa de som potente Phantom Reactor.
O modelo de 900 Watts da caixa de som potente Phantom Reactor.

A caixa é muito bonita e os analistas dizem que os graves são impressionantes. Os agudos são cristalinos. Desse modo, vale a pena ouvir essa caixa de som potente em ação:

Aliás, os preços são só para os Estados Unidos, porque aqui o preço é muito mais alto. Não disponível no comércio formal, você a encontra no Mercado Livre por nada menos que R$ 12.990.

Frequências abaixo do audível pelo homem

Os baixos são tão poderosos que têm até a frequência de 18Hz, um pouco abaixo do que o ouvido humano consegue escutar. Mas essa frequência pode ser sentida no deslocamento do ar, algo surpreendente!

A versão de 600 watts entrega até 95 decibéis, e a de 900 watts chega aos 98 decibéis. Isso é muito volume, suficiente para encher um apartamento inteiro, chegando som puro em qualquer canto. Porém, ouvir música com essa quantidade de decibéis é desaconselhável porque fere o ouvido humano.

Modelo de 600 watts da caixa de som potente entrega até 95 deci

Modelo de 600 watts da caixa de som potente entrega até 95 decibéis.

O som chega à caixa pelo Wi-Fi doméstico, a partir de bluetooth e também de uma entrada de 3,5 mm (igual à dos smartphones). Ela igualmente funciona com o AirPlay 2.0, o que é ótimo para usuários de produtos da Apple.

Para experts, falta riqueza de detalhes

Contudo, se volumes tão altos são desaconselháveis, a Phantom Reactor é boa em volumes bem baixos. Ela praticamente convida a ouvir sua música favorita com calma e atenção.

Então, é perfeita? Surpreendentemente não – dizem os especialistas que falta alguma riqueza de detalhes nos tons médios. Primeiramente, eles garantem que não há altíssima fidelidade. E, em segundo lugar, que isso deveria ser obrigação em uma caixa de som potente e tão cara.

Pequena e bonita, a caixa de som potente Phantom Reactor pode custar até R$ 13 mil no Brasil
Conheça a caixa de som potente Devialet Phantom Reactor, que impressiona pela alta qualidade de som.

Som sem regulagens

Mas, em síntese, nada que atrapalhe quem não for um verdadeiro aficionado por som. Outra vantagem é que essa caixa de som potente não necessita das regulagens e da instalação complexa de aparelhos de som convencionais. Assim, é só tirar da caixa e começar a utilizar.

Todavia, isso também tem suas desvantagens, porque a Phantom Reactor não possui equalizador ou qualquer outro tipo de ajustes de som. De acordo com a Devialet, fabricante dessa caixa de som potente, esse tipo de ajuste deve ser feito no aparelho que emitir o som, como o celular.

O ajuste de som nessa caixa favorece algumas músicas e se perde em outras. Por exemplo, a música Seven Rings, de Ariana Grande, fica excelente. Entretanto, composições jazzísticas mais complexas como Take Five, de Dave Brubeck, parecem vazias.

O que existe no Brasil?

E existe algo parecido à venda no mercado brasileiro? Na verdade, temos coisas até mais caras. Por exemplo, um modelo top de linha da conceituada fabricante Bang & Olufsen (usada!) está à venda por R$ 13,9 mil, no Mercado Livre.

Também a caixa Beoplay M5, da mesma Bang & Olufsen, está à venda nas Americanas por R$ 5 mil. E, com seus 130 watts, ela é assim mais potente que a Phantom Reactor.

Caixa de som potente será que vale a pena pagar caro?
JBL Xtreme: preço bem mais acessível com 40 watts.

Contudo, existe caixa de som potente e de preço ainda mais acessível no mercado. O melhor caso é o da JBL Xtreme, que com seus 40 watts oferece som com volume e qualidade – sem, entretanto, as mesmas frequências baixas. No Google Shopping, você então a encontra com preços a partir de R$ 850. Inegavelmente uma caixa como essa não pode ser comparada à Phantom Reactor, mas proporciona boa diversão para os amantes de música.

Outra opção, um pouco acima da JBL, é a Megaboom 3, da Dell, com graves acentuados e som em 360 graus. Em resumo, custa pouco mais de R$ 1,1 mil.

Ainda a respeito de som, temos artigos especialíssimos sobre fones de ouvido estilosos, sobre os airpods da Nike e igualmente sobre o 8D, uma nova tecnologia de áudio.

Além disso, que tal aprender sobre o futuro controlado por voz? Divirta-se com todas essas ótimas leituras do Vivo Guru Blog!

Veja mais sobre
EntretenimentoTecnologia
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email