Busca facilitada e tempo real: aprenda a usar o Apple Maps

Específico para dispositivos da Apple, o aplicativo aumenta funcionalidades no Brasil e é ótimo em viagens ao exterior.

02/08/2018 às 9:00

Todo mundo tem ao menos um app de mapas instalado! Aliás, a ferramenta é essencial ao dia a dia – principalmente para quem costuma se perder com facilidade. Além do Google Maps e do Waze, que são os mais baixados, há também o Apple Maps.

E olha que a gigante norte-americana vive investindo no aplicativo para oferecer novas funções a cada atualização e não ficar atrás dos seus concorrentes. No entanto, a plataforma ainda tem pontos fracos, como o fato de funcionar apenas offline. Por outro lado, a companhia anunciou que trabalha ano desenvolvimento de uma nova versão para contornar todos os problemas atuais. A previsão é de que esteja disponível em setembro.

Apple Maps se destaca pela interface amigável

Enquanto isso, te mostramos as principais ferramentas, vantagens e desvantagens da plataforma. O app se diferencia por ter uma interface agradável e fácil de usar. Além disso, não precisa ser baixado (é nativo dos dispositivos da Apple). Portanto, só funciona com iPhone, iPad, Mac e Apple Watch e não pode ser usado em modo offline.

O Apple Maps já vem instalado nos dispositivos da companhia

Se você é um adepto de produtos e serviços da companhia, a listinha abaixo te ajudará muito! Fizemos  uma seleção das principais funcionalidades do Apple Maps!

Pontos de ônibus

É possível usar o Apple Maps para pesquisar linhas, pontos de ônibus e os horários nos quais os veículos passam, o que facilita o deslocamento. Além disso, é possível ver todos os itinerários e, assim, traçar uma rota.

Busca facilitada

A busca torna bem mais fácil encontrar o que você procura. Se você digitar “restaurantes”, por exemplo, verá os estabelecimentos mais próximos no mapa. Dessa forma, todos serão indicados com marcadores coloridos. Se vários restaurantes estiverem na mesma área, será exibido um marcador numerado.

Tráfego em tempo real

Como seus concorrentes, o Apple Maps fornece informações sobre o tráfego em tempo real, com estimativas de tempo para chegada. O aplicativo dá detalhes sobre os motivos de uma eventual lentidão à frente. Assim, você sabe se aconteceu um acidente ou é aumento temporário de trânsito. Quando acontecem congestionamentos, o Apple Maps oferece rotas alternativas para você ganhar tempo.

A Siri com você

No Apple Maps você pode contar com o auxílio da Siri, a assistente pessoal da empresa. É só perguntar como chegar a seu destino, que ela faz o Google Maps mostrar o trajeto mais rápido. Você também pode pedir para a Siri indicar o restaurante ou a lanchonete que estão nas proximidades .

Salve no iCloud

Nem force sua memória: quando descobrir um lugar interessante, salve no Apple Maps como favorito. Pode ser aquela lojinha escondida ou um bistrô diferente. Aliás, o iCloud vai armazenar todos os seus favoritos e permitir que você os acesse em todos os dispositivos Apple.

A ferramenta é muito útil para achar, dias ou meses mais tarde, um lugar que você gostou. essa forma, se você salvou o local como favorito em seu iPhone, vai encontrar a mesma informação no iPad ou no Mac. Com os favoritos você pode montar também seu banco de mapas e rotas.

E veja só que interessante: você tem uma empresa e quer que os dados dela apareçam nos Apple Maps? Você pode fornecê-las neste site de conexão com a Apple.

Funcionalidades no Brasil

Não são todos os serviços do Apple Maps que estão disponíveis no Brasil. Veja a listinha de opções:

  • Mapa padrão;
  • Mapa por satélite;
  • Montagem de itinerários;
  • Tráfego;
  • Transporte público, no Rio de Janeiro e São Paulo (o usuário consegue encontrar os pontos de ônibus).

Em outros países

Há funcionalidades que não existem ainda no Brasil, somente em outros países. Ma se você tem um dispositivo com iOS, pode se beneficiar delas em viagens:

  • Indicação de faixas de trânsito, em 14 nações;
  • Limites de velocidade, nos Estados Unidos e Reino Unido;
  • Flyover, uma imagem de sobrevoo, em cerca de 500 cidades;
  • Nas redondezas – indicações do que há por perto na Alemanha, Austrália, Áustria, Canadá, China, Dinamarca, EUA, Finlândia, França, Holanda, Japão, Reino Unido e Suíça;
  • Mapas do interior de aeroportos – para 40 aeroportos;
  • Mapas do interior de shoppings – para centros comerciais de 11 cidades dos EUA e Inglaterra.

Itinerários são o forte do Apple Maps

Então, qual é o melhor? Apple Maps, Google Maps ou Waze? É difícil dizer. Se você tem iPhone, iPad, Mac e Apple Watch, e é fã da empresa do icônico Steve Jobs, provavelmente vai utilizar o Apple Maps. Google Maps e Waze são os mais usados, e têm muitas similaridades entre si. O Google Maps é mais amplo, se você estiver a pé em algum lugar pode apelar para ele. Já o Waze é específico para quem está dirigindo, para motoristas em trânsito.

Enfim, depende de seu gosto pessoal, do tipo de uso, de vários fatores. Aliás, gostou da matéria? E que tal se informar sobre outro campo de batalha entre Apple e Google, desta vez com a companhia da Samsung? Entenda como funcionam os métodos de pagamento do Samsung Pay, Apple e Google Pay.

Gostou da notícia?

Veja mais sobre
TransporteUtilidades
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email