Bicicleta elétrica já é uma alternativa real

Como funcionam as bikes elétricas, cada vez mais presentes nos grandes centros urbanos?

18/04/2018 às 10:06

Cansado de dirigir nas ruas das cidades? Ou, se não dirige, cansado do desconforto dos ônibus, trens em vagões de metrô? Cada vez mais uma alternativa excelente parece ser a bicicleta elétrica. Prática, fácil de dirigir e ágil, a bike elétrica leva você ao trabalho, ao shopping e aonde você quiser, com rapidez e sem incomodação.

Sustentáveis e ideais para as cidades

Melhor ainda: as bicicletas movidas a eletricidade são ecologicamente corretas. E a cereja no bolo: não precisam de licenciamento, nem é necessária habilitação para dirigi-la.

As e-bikes são hoje unanimemente, tidas como uma das melhores alternativas de mobilidade urbana. E, seguindo tal raciocínio, uma das principais ferramentas para melhorar o trânsito nas grandes cidades.

E você vai fazer exercício sempre: a bicicleta elétrica continua sendo um produto para pedalar. O propósito do motor elétrico é auxiliar o ciclista quando lhe faltam pernas, pulmão ou condicionamento. Seu objetivo é tornar o esforço desnecessário praticamente inexistente, e assim proteger o corpo do ciclista de lesões e riscos.

Ciclovias crescem no país

É por isso que o interesse e o aumento de seu uso têm sido constante nos últimos anos, no Brasil e no mundo. Bicicletas elétricas são a evolução das bicicletas com marcha, assim como essas últimas foram o passo à frente das bicicletas sem marcha.

O Brasil ainda não tem muitos quilômetros de ciclovias. Mas o número mais que dobrou entre 2014 e 2017 nas capitais, passando de 1.414 para 3.009 quilômetros.

A rede de ciclovias representa apenas 2,8% das malhas viárias das capitais, mas a tendência é de aumento permanente. Veja aqui os quilômetros de faixas exclusivas para ciclistas em todas as capitais na data do último levantamento.

Está interessado? Gostaria de ter uma e aumentar sua qualidade de vida?

Confira os 3 modelos disponíveis no país

Sense Easy, a pequena dobrável

Especial para quem tem pouco espaço, uma bicicleta elétrica dobrável de rodas pequenas. Tem quadro em alumínio, aro 20, motor de 250 W, 3 marchas, velocidade máxima de 25 km/h e autonomia de 40 quilômetros. A bateria de lítio pode ser retirada para carregar. Como o motor é pequeno, umas pedaladas ajudam. E o câmbio de 3 marchas torna mais fácil ganhar velocidade e subir ladeiras íngremes.

Homem pedalando a bicicleta elétrica Sense Easy em um parque.

A Sense Easy é ideal para quem busca praticidade. Imagem: Reprodução / Sense Easy

A Sense Easy tem outra característica interessante: é leve, pesa apenas 23 quilos. No site do fabricante o preço sugerido é de R$ 4.990,00. Mas no e-commerce é possível encontrá-la por R$ 3.900,00, como nas Americanas.

Scooter Brasil Daytona, a potente

Essa é maior, tem aro 26 e um motor potente de 800 W. Muito confortável e ergonômica, e ainda ganha pontos pela economia. Segundo o fabricante, você só gasta entre um e dois centavos por quilômetro rodado. Mais em conta que o transporte público, não é mesmo?

Imagem da bicicleta elétrica Scooter Brasil Daytona

A bicicleta elétrica Scooter Brasil Daytona se destaca por sua potência. Imagem: Reprodução / Scooter Brasil

O quadro é de aço, e a bateria de lítio garante uma autonomia de 50 quilômetros. Já o peso é bem maior que o da Sense Easy: 90 quilos. Mesmo sendo grande, é dobrável. Tem farol de LED, alarme com bloqueio do motor, buzina e velocidade máxima de 25 quilômetros por hora. Com certeza, mais do que o suficiente. O preço: R$ 3.999,00 no Submarino. Você também encontra no e-commerce versões menos potentes por R$ 3.599,00.

Biobike JS 150, o melhor design

Muito elegante, com um design que lembra a das clássicas scooters Vespa. Tem aro 22, um cesto para transporte de compras e um bagageiro, quadro de aço carbono, motor de 350 W, bateria de chumbo que permite autonomia de 50 quilômetros e pesa 52 quilos. Por ser de chumbo, a bateria é um pouco mais pesada, mas fácil de retirar para recarregar em casa.

Imagem da Bicicleta Elétrica Biobike JS 150 350W

Este modelo da Biobike se destaca por sua versatilidade. Imagem: Reprodução / Biobike

Outros detalhes que são diferenciais na Biobike: painel com velocímetro e hodômetro, luzes traseiras para dar seta, trava na roda e luz de freio. Seu preço: você vai encontrá-la até por mais de R$ 5.800,00, e o mais barato é no Mercado Livre, R$ 4.999,00.

Você pode guardar qualquer um desses modelos de bicicleta elétrica em casa, sem problemas.

Como funciona a bicicleta elétrica

As bicicletas elétricas têm funcionamento simples: o pequeno motor elétrico impulsiona a roda traseira, e você pode pedalar ao mesmo tempo. Os motores têm potência entre 250 e 880 watts e são movidos por baterias recarregáveis. Para entender o tamanho do motor: os liquidificadores têm potências entre 500 e 1.000 watts, alguns são mais potentes que as bikes mais fortes.

Uma noite é suficiente para carregar a bateria

Todas e-bikes vêm com carregador. Basta conectar na bateria e na tomada e deixar durante a noite. É importante que seu percurso diário seja menor que o permitido pela autonomia. Detalhe: baterias comuns, de chumbo, podem ficar viciadas e perder carga rapidamente após 100 carregamentos. Baterias de lítio suportam mais de mil carregamentos sem problemas.

Os 10 mandamentos da segurança

Você sabe, o trânsito não é fácil. E para curtir ao máxima sua bike, elétrica ou não, são necessários cuidados importantíssimos com a segurança. Veja estas dicas:

1 – Revise e faça a manutenção de sua bicicleta e use capacete.;

2 – Mantenha a atenção durante todo o tempo;

3 – Não tenha pressa, mantenha um ritmo constante. Siga o fluxo;

4 – Respeite as regras de trânsito – sempre, sem exceção;

5 – Sinalizar é o mais importante – com os braços ou com as setas, informe aos demais se você vai parar, mudar de direção ou pista;

6 – Nunca ande na contramão na ciclovia;

7 – Não use fones de ouvido, você precisa ouvir o trânsito;

8 – Não pare sem avisar, alguém pode bater em você;

9 – Calçada é para pedestres, nunca a use com sua bike;

10 – Observe o movimento dos motoristas e cuide de aberturas de portas de carros estacionados.

A melhor dica é ter cuidado e atenção na hora de pedalar. Seja um ciclista gentil e agradeça por não precisar enfrentar o engarrafamento todos os dias.

Que tal alugar antes de comprar?

Quer experimentar uma bicicleta elétrica antes de comprar? Se você mora em São Paulo isso é possível. Desde 2014 está operando na capital paulista a E-moving, empresa dedicada ao aluguel de bikes elétricas. É bem legal e você pode até alugar pela internet.

E os moradores do Rio de Janeiro podem tentar a Rio Electric, que aluga bicicletas elétricas e convencionais, patins e skates na loja física, em Copacabana.

Quer se aprofundar mais, saber tudo sobre as bikes elétricas, todas suas peças e características? Ok, é só dar uma boa olhada neste portal da bicicleta, que é completíssimo.

Ah, já falamos sobre uma bike elétrica aquática no VivoTech. Quem diria que a bicicleta, invenção de 1839, iria avançar tanto tecnologicamente!

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email