64 GB, 128 GB ou 256 GB: qual armazenamento de celular você deve escolher?

Três perguntas fundamentais que você deve se fazer para entender qual a quantia ideal de armazenamento para o seu celular.

28/02/2019 às 14:00

Como não sabemos que tipo de consumidor você é, ou que tipo de aplicativo costuma instalar no celular, para acertar em cheio na resposta da pergunta do título, separamos três perguntas fundamentais que você deve se fazer para começar a entender qual é a quantia ideal de armazenamento para o seu celular. Vamos lá?

1. Quanto você está disposto a gastar no aparelho?

Defina quanto você está disposto a gastar na renovação do aparelho. Fazendo isso, você vai refinar sua busca e chegar mais rápido a uma conclusão.

Isso porque a capacidade de armazenamento interno disponibilizado pelos fabricantes geralmente influência no preço final dos celulares. E a lógica do mercado é longe de complexa: quanto maior o espaço interno de armazenamento, maior a quantidade de cifrões.

64 GB, 128 GB ou 256 GB?

Você sabe o que levar em consideração na hora de escolher um armazenamento interno do celular?

Quer dizer, aparelhos básicos (J5 Pro) oferecem, no mínimo, 32 GB de memória interna. No caso dos intermediários (J8: um dos celulares mais buscados na Black Friday), o mínimo é 64 GB. Os top de linha, por sua vez, têm um mínimo de 128 GB (Samsung Galaxy A9).

Dito isso, reflita sobre o quanto você pretende ou pode gastar antes de escolher o armazenamento interno ideal. Caso contrário, você corre o risco de se apaixonar por um modelo que oferece uma imensa capacidade interna, só que por um preço inalcançável.

Memória interna + microSD

Comprar um celular com possibilidade de expansão de memória pode ser uma boa saída para quem não pode gastar muito em um aparelho. Modelos como o J5 Pro da Samsung possuem essa possibilidade. 

No entanto, lembre-se de que muitos fabricantes não permitem a instalação de apps no microSD. Há rumores de que isso é proposital, justamente para reforçar a compra de aparelhos mais caros. No entanto, não há confirmações.

2. Você gosta de tirar fotos e gravar vídeos?

Hora de considerar a sua veia artística. Em outras palavras, hora de pensar se você é uma pessoa que curte registrar momentos e gravar vídeos, seja para arquivo pessoal ou para compartilhamento nas redes sociais.

Também é necessário considerar como você se comporta com imagens e vídeos que são enviados a você, principalmente por WhatsApp. Isto é, você costuma guardá-los no intuito de utilizá-los no futuro ou você faz mais o estilo desapegado, daqueles que não guardam nem imagens de pet?

64 GB, 128 GB ou 256 GB?

Qual tipo de armazenamento é ideal para você?

Se você não conseguir chegar a uma resposta, há duas formas de fazer isso com a ajuda do seu aparelho atual.

Galeria do celular

Geralmente o aparelho indica a quantidade de imagens existentes em cada pasta da galeria. Se ultrapassar mil arquivos, considere o fato de você ser um acumulador de fotos e vídeos — e isso não é necessariamente ruim.

Configurações

Para aprofundar sua pesquisa, siga o passo a passo abaixo:

  1. Acesse as configurações do seu aparelho;
  2. Selecione a opção “Manutenção do aparelho” ou “ ?”;
  3. Encontre “Armazenamento” para entender quanto espaço da memória do celular está sendo ocupado por imagens e vídeos. Áudio também vale.
64 GB parece ser o tamanho mais escolhido entre consumidores.

Você gosta de tirar fotos e gravar vídeos? Use a configuração do celular para descobrir.

Se o número total de imagens + vídeos ultrapassar a marca dos 15 GB, você já pode se considerar uma pessoa que gosta de registrar bons momentos e, por esse motivo, precisa de um aparelho capaz de acompanhar esse traço de personalidade.

3. Que tipos de aplicativos costuma instalar?

Agora que você já pensou sobre quanto pretende gastar em um celular novo e também considerou seu amor por registrar momentos, vamos aprofundar essa análise para que você consiga chegar a uma resposta.

Para tanto, você precisa rever os aplicativos que costuma instalar no celular. Isso porque geralmente o que mais ocupa espaço dos aparelhos são eles. É claro que isso não é uma regra, afinal, você pode ter inúmeros aplicativos e não alcançar 10 GB. Bem como pode ter cinco que são absolutamente pesados e alcançar 10 GB.

De qualquer forma, vale pensar sobre o assunto. Para tanto, elencamos os aplicativos que mais chamam atenção dos brasileiros e desbravamos algumas informações sobre o quanto esses serviços ocupam de memória.

Os dados são da Global Mobile Consumer Survey 2018, pesquisa anual realizada pela Deloitte Brasil.

Netflix, TIDAL e outros streaming

Aplicativos de serviços de streaming geralmente são leves, aí a maioria das pessoas não os considera como vilões para a memória. Mas o perigo mora no consumo offline

Isso porque quando você faz download, a mídia cai direto na memória interna do seu celular e, do nada, o aplicativo que ocupava míseros megabytes passa a ocupar bem mais. Para que você compreenda melhor, vamos aos exemplos:

Teste com TIDAL

O aplicativo de streaming de música TIDAL possui quase dois gigabytes. Logo, quando você instala ele no aparelho, é exatamente essa quantia que ele ocupa de memória. No entanto, depois de duas playlists Masters baixadas e uma normal, o app chega a quase 3 GB. Confira na imagem abaixo:

64 GB é um tamanho bastante escolhido entre usuários, tendo em vista armazenar programas mais pesados.

Se você costuma fazer download de filmes, séries e afins, a notícia não é muito boa.

Teste com Netflix

O mesmo acontece com o Netflix. De acordo com a Play Store, o aplicativo ocupa 117 MB de memória interna. Só que depois do download do filme “Dumplin”, e dois episódios da série “Sex Education”, ele passa a ocupar 1.21 GB.

Opções de 64 GB, 128 GB ou 256 GB são ideais para programas que consomem mais dados.

Cuide com serviços de streaming, principalmente com aqueles que oferecem modo offline.

Enfim, o recado aqui é: fique de olho com serviços de streaming. E considere essa informação na hora de escolher o armazenamento ideal para o seu novo celular.

*O teste acima foi realizado em um J8.

TIDAL Brasil ou Spotify? Descubra qual é o melhor streaming de música

Aplicativos de comunicação

Aplicativos de comunicação também estão entre os serviços mais utilizados pelo brasileiro, ainda de acordo com a GMCS 2018. WhatsApp lidera a preferência, seguido por Facebook, e-mail pessoal e Facebook Messenger.

Abaixo, você encontra uma lista com o tamanho dos apps mais populares. Portanto, basta você considerar essa informação antes de investir no celular de 64 GB, 128 GB ou 256 GB.

  • WhatsApp: em torno de 150 MB;
  • Facebook Messenger: 46 MB;
  • Skype: 30 MB;
  • Telegram: 80 MB;
  • Instagram: 3.24 GB;
  • Twitter: 123 MB.
*O tamanho pode variar de acordo com o aparelho e sistema operacional.

Apps de namoro/encontros

Aos solteiros e solteiras convictos, boas notícias: aplicativos de namoro não costumam exigir muito do celular. Os populares Tinder e Happen não chegam a 25 MB.

64 GB, 128 GB ou 256 GB?

Para escolher o melhor armazenamento, o ideal é listar e verificar os apps que você usa.

Games

Games não estão entre os apps indispensáveis para os brasileiros. Pelo menos não de acordo com a pesquisa Global Mobile Consumer Survey 2018. Mas como tendem a ocupar bastante espaço do celular, é importante mencionarmos que alguns são bem pesados.

O popular PUBG, por exemplo, ocupa quase 2 GB de memória. PES 2019 não é muito diferente: são 1.4 GB. Em contrapartida, Dead Trigger, um supergame mobile, ocupa menos de um giga: são míseros 770 MB. Free Fire (430 MB) também é econômico, assim como Pokémon Go (100 MB).

Tá, e qual armazenamento de celular eu devo escolher?

Fácil. Vá até a Play Store ou Apple Store, faça uma lista de aplicativos que você provavelmente instalará, verifique o tamanho de cada um deles e some tudo. Feito isso, reconsidere os tópicos mencionados acima e você terá uma noção de quanto de memória precisa.

O povo prefere celular com 64 GB de memória interna

A esse ponto você deve estar se perguntando o que as outras pessoas preferem, não é mesmo? Pois saiba que no ano passado, o AndroidPit fez uma enquete na internet para descobrir justamente isso: qual o espaço interno (total) ideal para um smartphone.

De lá pra cá, um pouco mais de duas mil pessoas participaram da votação e, até então, 32% das pessoas admitiram que precisam de, no mínimo, 64 GB. A segunda opção mais votada é a que diz que um celular de 32 GB não é ruim se utilizado com um microSD.

Tendo em vista que, segundo a empresa App Annie, o brasileiro possui 80 aplicativos instalados no celular, não é de se surpreender que a maioria precisa de 64 GB, certo? Afinal, são 80 aplicativos de funcionalidades e tamanhos distintos disputando a memória do celular.

Vivo Cloud Sync, armazenamento em nuvem da Vivo

Se você não conseguiu se decidir com a reflexão acima, não se desespere. Afinal, as dicas estão chegando ao fim, mas ainda não acabaram.

Digamos que você não possui recurso financeiro suficiente para adquirir um celular top de linha, mas trabalha com tecnologia e necessita de uma boa memória. A solução, então, é um celular básico e uma assinatura de um serviço de armazenamento em nuvem.

A Vivo possui o Vivo Cloud Sync, um aplicativo que reúne em um só lugar todas as suas fotos, vídeos, músicas, documentos (Excel, Power Point, Word, PDFs, entre outros) e contatos. Ou seja, com o app, você mantém toda sua vida digital protegida e, de quebra, deixa mais espaço livre na memória do seu celular.

Como você assistiu, os principais benefícios do Vivo Cloud Sync incluem:

  • Sincronizar e armazenar com segurança todo o seu conteúdo pessoal;
  • Permitir o acesso ao seu conteúdo digital de qualquer dispositivo;
  • Compartilhar seus conteúdos com quem quiser.

Uma outra característica legal do Vivo Cloud Sync é a acessibilidade; presente no próprio conceito de armazenamento em nuvem. Ou seja, assim que seus arquivos estão na nuvem, você pode acessá-los de várias formas e lugares.

Pode, por exemplo, acessar as fotos que tirou com o celular direto no navegador através do da home do Vivo Cloud Synic Inclusive, no site também é possível adicionar novos arquivos, fazer download e compartilhar conteúdos com seus contatos por e-mail ou redes sociais.

Planos do Vivo Cloud Sync

  • 32 GB de espaço por R$ 5,99 mensal (2 dias grátis).
  • 128 GB de espaço por R$ 11,99 mensal (7 dias grátis).
  • Ilimitado por R$ 29,99 mensal (30 dias grátis).
Conheça o Vivo Cloud Synic.

Vivo Cloud Synic é uma opção para quem não quer gastar com aparelho celular caro.

Como contratar o Vivo Cloud Sync?

Pelo site

  1. Clique aqui;
  2. Encontre a palavra “Assinar” na barra rosa no rodapé da página;
  3. Escolha o pacote que deseja contratar;
  4. Insira seu número com DDD;
  5. Clique em “Assinar” novamente.

Através de SMS

  1. Abra o aplicativo de mensagens do sistema operacional;
  2. Envie um SMS com a palavra Sync para 878;
  3. Espere a Vivo retornar com as instruções.

E já que estamos falando sobre espaço na memória interna do celular, aprenda a liberar espaço do seu Android neste texto, enquanto você decide se o seu próximo aparelho terá 64 GB, 128 GB ou 256 GB.

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email