6 ferramentas para identificar uma fake news

Não se deixe enganar por qualquer notícia que é compartilhada por aí. Saiba as ferramentas que vão ajudar você a descobrir se uma notícia é fake news!

20/08/2018 às 14:00

Primeiro de tudo, você sabe o que são fake news? Vindo da expressão em inglês para “notícia falsa”, o termo se popularizou no Brasil ultimamente. E acabou se tornando sinônimo de boato, mentira ou notícia tendenciosa.

Para quem usa bastante o celular e a internet, é muito comum receber fake news no Facebook ou no WhatsApp. Independentemente do modo com que as notícias falsas chegam até nós, elas invariavelmente têm o mesmo fim. Ou seja, são notícias que buscam espalhar mentiras, propagar vírus e até mesmo aplicar golpes em quem as recebe.

Ferramentas para identificar fake news.

Cuidado! Nem toda notícia que chega no WhatsApp é verdadeira!

Por isso, saber como identificar fake news é essencial hoje em dia. Para tanto, você pode seguir algumas dicas práticas para desmascarar fake news. E também pode usar ferramentas que façam essa checagem para você, de maneira garantida e confiável.

Alguns sites têm se destacado por trazer a verdade acima da boataria, fazendo uma triagem do que é verdade e do que é mentira nas notícias. Pensando nisso, trazemos até você as 6 melhores ferramentas de identificação de fake news. Desse modo, você nunca mais ficará em dúvida – e nem se deixará levar por algum link suspeito que chega até você pela internet!

6. Anewstip

Indicada pelo SEMrush, líder mundial em marketing digital e fornecedor de ferramentas de monitoramento web. Esta é a Anewstip, ferramenta que rastreia notícias relativas aos termos pesquisados. A meta da Anewstip é ajudar a monitorar e diminuir o impacto que as notícias falsas causam na sociedade. Você pode acessar por este link.

5. Hoaxy

De modo similiar, além de uso fácil e intuitivo, o site Hoaxy entrega até você todos os sites onde determinada notícia foi publicada. Desse jeito, você pode checar se ela vem de fontes confiáveis. O portal também é muito usado por assessorias de imprensa. Através dele, as marcas buscam saber o tamanho do “estrago” ao terem seus nomes vinculados a manchetes tendenciosas. Quer conhecer? Clique aqui.

Ferramentas para identificar fake news.

4. Boatos.org

Criado em junho de 2013, o Boatos.org é um portal brasileiro atualizado diariamente. Contando com uma equipe de jornalistas ávidos por descobrir a verdade, o site compila mentiras que são publicadas online. Resultado disso, o portal presta um serviço ao usuário da internet, trazendo à luz boatarias que crescem e se proliferam diariamente na rede. Clique aqui para acessar.

3. Checagem do Google

Por sua parte, o Google também tem mexido em suas engrenagens para lutar contra as fake news. Para tanto, a gigante da tecnologia vem desenvolvendo uma nova ferramenta que facilita a checagem de fatos.

Com tal inovação, o internauta poderá confirmar os dados de uma notícia através de uma simples busca no Google. Aparecerá diretamente na tela de search um novo sistema de cards informativo, com todos os dados sobre a manchete buscada. Desse modo, o próprio Google é quem vai certificar para você se a notícia é verdadeira, mentirosa ou apenas parcialmente incorreta.

"Cards

É assim, dando destaque às informações confiáveis, e de maneira didática e simples, que o Google quer fazer com que as fake news percam seu apelo. Afinal, as pessoas poderão ver com muita facilidade qual é a realidade por trás dos boatos.

Nos EUA, o Google se baseará em consultoria de agências de checagem de fatos como o PolitiFact e o Snopes. Ainda não foi divulgado quais agências desse porte serão consultadas para buscas em outros países. A opção ainda não está disponível no Brasil, mas deve chegar em breve.

2. Fake ou News, da Agência Lupa

Em parceria com o canal Futura e com apoio do Google nasceu o projeto Fake ou News, da Agência Lupa. A ideia do portal é auxiliar o usuário da internet a não se confundir e acabar caindo nas mentiras das fake news.

Ferramentas para identificar fake news.

Descubra se é verdade ou mentira com o Fake ou News.

O site tem formato de infográfico, buscando assim ensinar uma noção melhor do que é mentira e do que é verdade dentro do mar de notícias publicadas na rede. No portal, você pode ainda encontrar dicas sobre como identificar notícias falsas ao buscar por frases e datas, além de poder verificar links para saber sua procedência. Ou seja, assim fica muito mais fácil descobrir se o artigo jornalístico que chegou até você é algo idôneo ou apenas inventado no intuito de tomar vantagem do leitor de alguma forma. Saiba mais conhecendo o projeto.

1. Fato ou Fake, do G1

O portal de notícias da Globo, o G1, foi além na investigação das notícias falsas. Recentemente, lançou o Fato ou Fake, seu próprio serviço de checagem de conteúdos suspeitos.

Ferramentas para identificar fake news.

Fato ou Fake? Confira antes de espalhar por aí!

Assim, a seção dentro do G1 busca identificar mensagens que causam desconfiança e esclarecer o que é real e o que é falso. Reunindo esforços de várias redações, um conjunto de jornalistas do G1, O Globo, Extra, Época, Valor, CBN, GloboNews e TV Globo fica responsável da apuração dessas informações. Isso garante idoneidade e transparência no que chega até o leitor. Até discursos de políticos serão conferidos e passarão pelo crivo do portal. O objetivo é alertar o cidadão sobre conteúdos duvidosos que se proliferam na internet ou pelo celular.

O monitoramento feito pelos profissionais do portal é diário e constante. Você pode encontrar o Fato ou Fake via site, Facebook, Instagram, Twitter e até no WhatsApp, pelo número +55(21)97305-9827.

Desse modo, cada vez que um novo caso for analisado, um link com o resultado da checagem ficará disponível em um dos canais citados. No caso do WhatsApp, será uma atualização do status (não haverá mensagens diretas). Além disso, para Facebook e Twitter, além das postagens, um bot responderá se o conteúdo que você desconfia é fato ou fake, caso o mesmo já tenha sido checado.

Ou seja…

Todos os dias são descobertos novos modos de combater notícias falsas. Além disso, ferramentas como as apresentadas aqui são primordiais para combater a proliferação de boatos. Para além desses esforços, é sempre importante lembrar que, em caso de dúvida, o melhor é não compartilhar ou publicar notícias que você não sabe se são verdadeiras.

A desinformação causada por notícias mentirosas é um problema grave. Cabe a cada um de nós fazer a sua parte para ajudar acabar com as fake news.

Gostou da notícia?

Veja mais sobre
tendênciasUtilidades
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá o melhor da tecnologia no seu email