3 dicas para tornar seu trajeto para o trabalho mais útil

No Brasil, os trabalhadores levam por volta de duas horas para ir e voltar do trabalho. É tempo demais desperdiçado preso no trânsito.

Nos Estados Unidos, aproximadamente 25 milhões de pessoas gastam mais de 90 minutos por dia para se locomover ao trabalho. E 600 mil gastam esse mesmo tempo num só percurso, seja na ida ou na volta. No Reino Unido, o tempo médio gasto é de 54 minutos, e nas principais metrópoles do mundo, superior a uma hora. Já aqui no Brasil, em oito capitais pesquisadas, os trabalhadores levam por volta de duas horas para ir e voltar do trabalho.

É tempo demais desperdiçado preso no trânsito quando poderíamos estar sendo úteis em qualquer tarefa. Somado a isso existem todos os percalços do caminho, como transporte público ineficiente, stress do trânsito, mudanças de temperatura e tantos outros problemas. Empresas mais atualizadas veem o home office como uma possível solução, porém são minoria. O caminho, então, seria encontrar soluções para otimizar esse tempo. Vamos às dicas?

Delimite seus papéis e prepare-se para cada um deles

Ao longo do dia somos pais, mães, namorados, esposas, filhos, e também CEOs, assistentes, gestores, estagiários, alunos e etc. Para encarar cada tarefa com a máxima dedicação, estar preparado é um fator-chave. Antes de chegar ao trabalho, leia ou escute as notícias do dia no meio de transporte que usar. Na volta para casa, preveja o que espera por você e prepare-se com as compras, alimentação e outras providências. Tudo isso evita o stress do impacto e cria uma base de bem-estar ao chegar.

Guarde as boas ideias

Elas podem ser a tão esperada solução que você não consegue encontrar em horas a fio na frente de um computador ou conversando com alguém. Quando a mente vagueia, grandes insights podem surgir. Anote ou grave enquanto se locomove e aproveite para dividi-las com segurança e entusiasmo ao chegar no trabalho.

Dê um update nos seus estudos

Em outra parte do dia é supercomplicado ler e se atualizar com sua área de estudo e trabalho, não é mesmo? Isso leva tempo e compromete tarefas que exigem atenção. Então por que não usar o deslocamento para se concentrar em leituras e áudios de estudo? Você pode até programar a semana com assuntos divididos por interesse.


Fonte: Runrun.it