Novo aplicativo da Microsoft é alternativa de baixa tecnologia para o GPS

O aplicativo protótipo Path Guide utiliza informações do aparelhos dos usuários para criar mapas em ambientes fechados, funcionando a partir de “rastreamento”.

O GPS mudou a maneira como navegamos pelo mundo, mas isso ainda não se estende aos espaços internos. Encontrar uma sala de reuniões em um prédio de escritórios desconhecido ou rastrear uma loja específica em um grande complexo de compras pode levar tempo.

A Microsoft Research lançou recentemente um aplicativo chamado Path Guide, que fornece navegação em ambientes fechados com uma alternativa ao GPS. Ele funciona como uma versão de alta tecnologia do follow-the-leader: o aplicativo depende de uma pessoa registrando direções dentro de um determinado edifício que qualquer um pode seguir em seus próprios telefones.

Por exemplo, se você está encontrando um amigo em um café dentro de um shopping, seu amigo pode simplesmente usar o aplicativo para registrar seu caminho – o que a Microsoft chama de “rastreamento” – ao lado do prédio para você seguir digitalmente quando você chegar. O rastreio é carregado para a nuvem e outros usuários do Guia do Caminho podem usá-lo para navegar no mesmo local no futuro.

Os sinais de GPS não são confiáveis ​​dentro dos edifícios, porque eles não atravessam facilmente paredes. Outras soluções para a navegação interior dependem de sistemas que devem ser instalados no edifício, como Wi-Fi, Bluetooth beacons e outros tipos de tecnologia menos onipresente. Além das restrições tecnológicas, também há um problema com a obtenção de mapas precisos de espaços interiores em primeiro lugar.

Projeto Tango do Google

Outros gigantes da tecnologia também estão lidando com esse problema. O Google está usando o Projeto Tango para criar varreduras 3D de espaços interiores. No Google I / O este ano, a empresa anunciou o que está chamando de “Serviço de Posicionamento Visual”, que usaria o Tango para permitir a navegação interior usando a realidade aumentada.

Tango ou Path Guide?

Em comparação, Path Guide é relativamente simples. Mas o aplicativo continua a ser uma solução intrigante para um problema complexo na medida em que usa tecnologia amplamente disponível. A força do Guia do Caminho é que ele não requer nenhuma infra-estrutura dentro do prédio ou qualquer mapa qualquer. Ele só usa o que já está dentro dos smartphones dos usuários – sensores como o acelerômetro, o giroscópio e a bússola eletrônica.

Ao longo do tempo, o número de caminhos cobertos publicamente disponíveis que os usuários poderiam levar cresceria, pois mais e mais pessoas gravam caminhos para colegas, amigos e familiares. A Microsoft diz que o sistema seria capaz de mesclar caminhos sobrepostos, adicionando ainda mais opções para usuários.

Interface do Path Guide é amigável

A interface do Path Guide é relativamente objetiva, com uma aparência semelhante a outros aplicativos de mapeamento. A única diferença é a capacidade de gravar traços, aos quais você pode adicionar notas, imagens e gravações de voz.

Esses traços podem ser acessados ​​através de uma URL para aqueles que não possuem o aplicativo (que está disponível apenas no Android), para que eles possam ser incluídos em e-mails ou em sites. Path Guide também torna os espaços interiores mais navegáveis ​​para deficientes visuais, enquanto fornecem uma ferramenta útil para todos.

Você pode fazer download do Path Guide na Play Store, mas vale a pena lembrar que estamos fazendo de um projeto de pesquisa. Ou seja, algumas funcionalidades precisam ser ajustadas.

Tradução Livre do texto Microsoft Is Quietly Building A Low-Tech Alternative To GPS


Fonte: Fast Co Design


Veja mais sobre