Comunicação via laser está sendo testada pela Nasa

Na terra, a forma mais rápida de transmitir dados é através da fibra ótica. No espaço, é a comunicação via laser que está sendo testada pela Nasa.

A forma mais rápida de transmitir dados a longa distância é através da fibra ótica. Além de oferecer agilidade ao usuário, essa tecnologia dá estabilidade de sinal e você não precisa se preocupar com interferências eletromagnéticas ou quedas de transmissão durante o episódio do seu seriado favorito.

Melhor solução atual? Sim, mas somente para você, que habita esse planeta e costuma se comunicar com outro terráqueo.

Se considerarmos comunicações entre planetas ou transmissões entre espaçonaves e a terra, por exemplo, nem fibra ótica é suficiente. Nesses dois casos, que exigem uma transmissão excelente, a melhor solução é a comunicação via laser. A tecnologia está sendo testada pela Nasa e pode se tornar a internet de alta velocidade do espaço.

Projeto LCRD

É através do projeto Laser Communications Relay Demonstration (LCRD) que a Nasa vai entender as melhores formas de operacionalizar sistemas de comunicação via laser, a forma mais avançada de transmitir dados, sejam científicos ou de comunicação entre astronautas) em alta velocidade.

“O LCRD foi projetado para operar por muitos anos e permitirá que a NASA aprenda a usar esta nova tecnologia,” afirmou Don Cornwell, coordenador de desenvolvimento do instrumento, para o Phys.Org

Como funciona a comunicação via laser

Também conhecidas como comunicações ópticas, essas comunicações codificam dados em um feixe de luz que é, então, transmitido entre naves espaciais e a Terra. Essa nova forma de transmissão têm velocidades 10 a 100 maiores do que as proporcionadas pelos sistemas atuais de radiofrequência.

comunicação via laser
comunicação via laser

Diferença entre LLCD e LCRD

A LLCD, sigla para Lunar Laser Communications Demonstration, foi uma missão muito bem sucedida que aconteceu em 2013. O objetivo era demonstrar ao mundo a comunicação via laser. O LCRD, por sua vez, foi criada com dois propósitos:

  1. demonstrar a longevidade e confiabilidade operacional da tecnologia;
  2. testar suas capacidades em diferentes condições ambientais e cenários operacionais.

O que resta para nós, terráqueos?

Que a internet do futuro vai exigir qualidade e alta velocidade nós já sabemos. A dúvida está em descobrir como conseguiremos consumir sem nos preocuparmos com a transmissão. A fibra ótica é certamente uma demonstração de que estamos à procura da resposta. E se a comunicação via laser for bem-sucedida nos programas espaciais, talvez a Nasa tenha encontrado-a.

No entanto, nesse momento, a melhor solução é o Vivo Internet Fibra.


Fonte: Observer, Phys.org


Veja mais sobre